EM SINTONIA …

 

Frente às intensas complexidades do contemporâneo, onde as demandas se tornam urgências, os desafios se perdem nas alternativas desprovidas de direção, as exigências são maiores e mais exigentes, o necessário se confunde com o essencial, o tempo traz a sensação de encurtamento e o espaço perde a real dimensão, a tendência é que fiquemos perdidos nas inquietações e  vulnerabilidades do cotidiano. E onde está a saída se nem sabemos onde está a entrada! Simplesmente nos vemos diante de um emaranhado, rodando dentro de um labirinto com a sensação de loucura, perda de controle e significado. Qualquer coisa que nos ofereçam podemos pegar, sem saber o que estamos pegando nem para onde estamos indo dentro de um cenário de frustrações e decepções, de ressentimentos e abandonos, ansiedades e aversões. Onde está a saída deste emaranhado? Quem sabe possamos refletir sobre as causas geradoras desta imensa insatisfação que acomete a todos e a tudo. Sem atenção focada, na inconsciência das emoções e pensamentos nos sentimos perdidos nas aflições mentais. Enquanto não houver uma sintonia entre corpo, mente e emoção, uma sintonia entre atenção focada e presença emocional, não seremos capazes de nos libertar da formas geradoras de cegueira e ofuscamento da nossa própria vida.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *