DÚVIDA  FÉ  E  DISCERNIMENTO

Por um longo tempo na história humana a dúvida não foi bem vista. A ordem era não duvidar e simplesmente aceitar as narrativas como vinham, mesmo sem evidências. Contudo, a dúvida pode ser um caminho de aprendizagem, onde é possível questionar para compreender. Quando a dúvida assume a sua face destrutiva ela nega a possibilidade de transformação, assumindo o caráter da destruição pela destruição. A dúvida construtiva, pode ser a chave para a ampliar a percepção, para expandir horizontes. A fé pela fé, pode causar cegueira, pode alimentar estados de escravidão mental, mas a fé na sua face orientadora pode trazer direção. Fato é que, o significado da nossa existência não se encontra fora, mas dentro. A dúvida como a fé quando alicerçadas pelo discernimento podem ser orientadoras, mas quando desprovidas de um bom coração, podem levar o humano a lugares altamente perversos da face humana.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *