DUPLA INTENCIONALIDADE

A pessoa humana na magnitude da expressão da vida, traz consigo inúmeras faces, afinal, muitas são as dimensões do ser humano. Do nascimento à transcendência, é no tempo do “entre” que se encontra a oportunidade de lapidação dos tesouros humanos. A trajetória existencial é o tempo onde pela maturidade, é possível conhecer, reconhecer e transformar aquilo que já foi dado pela vida, virtudes, talentos e competências, através da aprendizagem constante, para ser disponibilizado para si próprio e para todos os demais seres vivos. Talvez seja uma das grandes funções de um verdadeiro mestre, provocar e inspirar ações humanas com a dupla intencionalidade: despertar seres para si próprios e seres para os outros seres. Toda pessoa humana comprometida com a sua liberdade, tem a chance de se lapidar nestes aspectos: de si para si próprio, e de si para todos os demais. Não poderia ser diferente, pois o processo maturacional começa dentro, a partir de um despertar interior, de uma vontade que se permite  compartilhar o melhor de si com todos em seu entorno. Aqui mora a beleza humana e aqui está o verdadeiro servir: oferecer amor a si, para oferecer o amor ao mundo. Há que ter a coragem da entrega !!!! Mas, não uma entrega cega, uma entrega que é fruto de uma consciência que se faz presente na vida do seu viver.

Abraços  ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *