DEVAGAR E SEMPRE

Quando se pensa em fisiologia do estresse, quem já passou por uma situação estressante sabe perfeitamente como são as respostas do corpo: a frequência cardíaca se acelera, as pupilas se dilatam, a audição fica mais precisa, a pressão arterial aumenta, os grandes músculos das pernas e braços são acionados em preparação para lutar ou fugir, com alterações respiratórias e digestivas. O sistema nervoso autônomo através do sistema simpático, acionado na luta/fuga tem a função de acelerar os processos e o sistema parassimpático age como um freio, acalmando os processos. Tanto o sistema parassimpático como o nervo “vago” exercem um papel fundamental diante do estresse. Quando uma pessoa tem uma prática atencional, ela  percebe estas alterações em resposta ao estresse, podendo se acalmar e acionar sua resiliência em tempo menor e ainda, se recuperar após um evento estressor com muito mais facilidade. Aqui entra a prática da meditação focada na atenção à respiração. Vale a pena investir! Devagar e sempre com atenção!

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *