DESERTO  INTERIOR

Pode ser que em alguns momentos uma pessoa se depare num verdadeiro deserto interior. Um lugar de abandono de si e do mundo, de solidão de si e de todos mesmo estando no mundo cheio de vida. A crise da ecologia psíquica tem seu correlato na crise da ecologia profunda. Sair do deserto da alma requer força interior para querer enxergar que, mesmo no deserto há muita vida florescendo, mas, é preciso querer ver e se conectar com esta vida. Momentos de solidão fazem parte da existência. As crises psíquicas fazem parte da existência e são elas, grandes alavancas para a renovação. Encontrar a vitalidade é encontrar os afetos. A afetividade está nas relações com o outro, com os outros, com a natureza e seus ambientes e sobretudo, está dentro da alma humana. O dom da vida sempre está presente, mesmo nos momentos desérticos da existência. Coragem!

Abraços   ****

Vivi

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *