DESCARTE  HUMANO

Na era do capitalismo predatório, são visíveis as relações que consideram as pessoas humanas como um produto ou uma mercadoria passível de descartes e intercâmbios. O materialismo da modernidade acentuado e agravado na pós-modernidade, tem considerado o humano como um mero produto a ser comercializado. Quando se retira a humanidade do humano e a vida passa a ser um número de planilha, a vida está correndo risco. Quando a vida humana deixa de ter valor ou adquiri um valor de mercadoria e troca, significa que a vida já está sendo trocada pelo lucro, pelo poder do dinheiro rentista. Descartar o humano, é descarta a vida. Neste sentido, o planeta vivo já está sinalizando que está adoecendo. Quais são os valores de minha vida, de minha cidadania e qual é a minha responsabilidade pessoal diante deste cenário?

Abraços   ***

Vivi

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *