DEPENDEMOS DA BONDADE

Uma belíssima experiência foi compartilhada por Geshe Rabten: “ Ao refletir sobre o desenvolvimento do espírito do despertar, em que a preocupação consigo mesmo é transformada em preocupação com os outros, percebi que somos dependentes da bondade dos outros para todas as nossas atividades e em todos os estágios de desenvolvimento espiritual, como uma criança que precisa contar com os outros para todas as suas necessidades. Se não podemos contar com os outros seres, não temos poder algum.” Atitudes gentis e cordiais, são nutrientes para todos os seres vivos, sejam eles do reino mineral, vegetal ou animal. A natureza precisa do nosso respeito e gentileza, as plantas e os vegetais, que se doam a cada dia para o nosso viver e ainda, todos os animais, inclusive, nós humanos somos dependentes da generosidade, da benevolência e da compreensão amorosa de todas as pessoas. Quando somos capazes de oferecer a nossa consideração ao outro, em resposta receberemos o seu respeito. Basta querer ver, basta querer viver gentilmente, que a gentileza estará em nosso caminhar. Sorrir para vida e o viver, se alegrar com a dadivosidade da vida, é um cultivo permanente de quem busca a felicidade e o desenvolvimento espiritual. Todos nós, pessoas humanas somos dependentes da bondade humana. É romantismo? É ilusão fantasiosa? É utopia? Não. É a pura verdade! Seja honesto consigo mesmo: você gosta de receber gentileza ou truculência?

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *