DA REPETIÇÃO PARA A INOVAÇÃO

Sair da condição de repetição condicionada, automatizada e procurar enxergar a vida nova, é um processo interno, decisório, que demanda uma escolha pessoal, autodeterminada. É uma ação, um investimento, para toda uma vida. Na desatenção as formas e os padrões mentais condicionados tendem a assumir os postos de liderança, liderando nossos pensamentos e todas as escolhas que fazendo. Assim, estamos sempre repetindo e no mais das vezes na “miserabilidade” das lamúrias como se o mundo e as contingências fossem os “culpados” pela nossa profunda negligência, nosso comodismo ou preguiça mental. A palavra é “renovar” com discernimento, com adequação. Cada dia é uma oportunidade nova, é uma luz nova. Enxergar a capacidade de renovação a cada dia, é ter a coragem de se conectar com o melhor e o maior que já existe em nosso interior. Tornar cada momento, cada situação um fonte permanente de realização, de felicidade. Uma felicidade genuína que nasce da alma que se compromete em ser melhor, de um ser que escolhe estar em sintonia com grandiosidade das dádivas do universo, em favor de todos os seres sencientes.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *