DA CABEÇA AO CORAÇÃO

Há um ditado proferido por um índio americano: ” A estrada mais longa que você percorrerá é a jornada sagrada de sua cabeça ao seu coração.” A história é movimento, ela está em permanente construção. A consciência humana se constrói e se amplia na capacidade humana de entender e se relacionar com o mundo, habitando e estando no mundo, com todos os seres vivos. A história humana se edifica na dinâmica da história da consciência humana, no conviver com os diferentes e com as diferenças, nos territórios culturais por onde o humano se apresenta. Um processo permanente de uma consciência que transita entre a sua capacidade de pensar e sentir, compreender e se emocionar. Quando a emoção perde o discernimento, cai na bestialidade e uma  razão sem coração, desprovida de sentimentos, se torna cruel e destrói a vida. Pensar com um coração, e sentir com discernimento, é saber dançar na longa estrada que trafega entre o coração e a mente, entre o pensar e o emocionar, entre a cabeça e o coração e do coração para a cabeça. Uma caminho que se faz na reciprocidade, de um ir e um vir, alimentado pela clareza de propósitos, de uma consciência que se edifica junto com a comunidade de consciências.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *