CUIDAR DOS SINTOMAS …

Quando uma doença é constatada e diagnosticada, é necessário a análise dos sintomas, a análise das causas e os meios que  permitirão a cura efetiva. Um olhar superficial considera apenas os sintomas, inviabilizando o restabelecimento do paciente. Esta tem sido a forma como as sociedades tem atuado nas expressões da violência. Enquanto não forem consideradas as causas da violência, estaremos cuidando dos sintomas e permitindo que o organismo se mantenha contagiado pela afecção. Enquanto sociedade, precisamos considerar a condição dominadora da cultura patriarcal e ainda, a escassez de um desenvolvimento psicoespiritual, ou seja, nos falta saúde mental, estamos carentes de saúde emocional. Podemos já ter grande conquistas tecnocientíficas, mas ainda, estamos vivendo sob a égide de um subdesenvolvimento da consciência humana. Ainda subsiste na nossa sociedade humana a cobiça, a exploração, a insatisfação crônica e a precariedade de relações empáticas. Sanar estas causas, deverá ser nossa principal meta se quisermos restabelecer a saúde social, individual e coletiva. Cuidar dos sintomas não irá contribuir para a cura deste organismo humano, que está adoecendo, agonizando a cada dia por falta de atendimento às causas que estão gerando a patologia social. Se cuidarmos das causas poderemos sanar este organismo vivo, mas, por onde começar? Comece por você: deixe de ser egoísta, não precisamos da cobiça nem da exploração, podemos ser empáticos e solícitos, isso faz bem à saúde e ainda, se conecte com o seu ser espiritual.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *