CUIDADO COM OS UNIFORMES

Uniformizar-se, é negar a potência vital. No descuido da desatenção, do não pensar, podemos ser capturados facilmente por uma máquina social que quer o controle dos nossos corpos, das nossas mentes e dos nossos afetos. Sob o medo e na idealização das falsas promessas, vestimos o uniforme das máquinas que nos controlam e perdemos a alegria de viver. Uniformizados, nos tornamos seres da tristeza.

Abraços   ****

Vivi