CUIDADO COM AS ROTULAÇÕES …

Um dos vícios do pensamento e da linguagem é a rotulação de algo ou de alguém. Rotular um indivíduo ou um grupo como sendo “mau”, “isto ou aquilo”, é desumanizá-lo. Quando desumanizamos alguém ou um grupo, passamos a vê-los como uma subespécie, e o reduzimos a um objeto, uma coisa. Diante de um conflito ou uma desavença, as rotulações impedem a capacidade de enxergar os pontos em comum entre nós e eles, entre um e outro. O pensamento superficial, que generaliza e se prende a reducionismos, afasta completamente a empatia, separa e exclui. Nestes cenários onde a realidade é completamente distorcida, todos os atos de injustiça se justificam. A mídia e os líderes perversos se aproveitam destas artimanhas para justificarem seus horrores, atrocidades e até genocídios. Cuidado com as rotulações! Não existem questões separadas, tudo está interligado em causas e condições que se modificam a cada momento. Uma visão estreita e reduzida é fonte de violências e hostilidades. Ampliar a visão, enxergar amplo e em profundidade, permite reconhecer que as rotulações distorcem a realidade, porque não condizem com o real, o verdadeiro. A realidade dos fatos, das circunstâncias é muito mais complexa, envolve muitas questões e uma delas é a nossa base comum: somos todos humanos, filhos da mesma terra comum, respirando o mesmo ar, com o mesmo sol, com as mesmas histórias, as mesmas  capacidades e limitações e ainda, estamos todos em processo, fazemos parte do processo evolutivo. Portanto, cuidado com as rotulações, elas podem ser altamente perversas. Precisamos estar atentos e ampliar a nossa visão.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *