CONSCIÊNCIA PLENA

Embora que tenhamos grande quantidade de conhecimento e informações disponíveis nas redes interativas, com toda a tecnociência à nossa disposição, ainda somos constantemente capturados pelas emoções. Os gatilhos emocionais desencadeiam respostas advindas dos circuitos ascendentes, do tronco cerebral, mesencéfalo e toda uma circuitaria neuronal, que ativam rapidamente respostas, que nem sempre se relacionam às nossas escolhas conscientes. Os mecanismos de dispersão dos processos sensórios e emocionais, obstaculizam a reflexão e perdemos a atenção focada. Ter consciência dos gatilhos  sensórios e emocionais, favorece uma atenção focada, mas tudo é uma questão treino. A musculatura da “atenção”, com dizem alguns neurocientistas, pode ser treinada como uma habilidade. O treinamento requer determinação, esforço e disciplina como todo treinamento, mas, as respostas diante da qualidade da presença é fundamental, um treino de boa vontade. Então, o que vem a ser um estado de Consciência Plena? É um estado mental, fruto de um treinamento, que permite sustentar da melhor maneira possível, uma qualidade atencional mais equilibrada, que permite reconhecer os gatilhos emocionais e sensórios, impedindo a distração da mente, viabilizando escolhas conscientes, auto-gestão de si mesmo, e consequente qualidade na relação pessoal e interpessoal. É um estado que permite reverter as tendências arraigadas por memórias biográficas, ancestral e cultural, que geram  padrões mentais e comportamentais, oferecendo mais controle dos impulsos e reatividades, direcionando emoções improfícuas, para canais mais positivos e agregadores. Contudo, é importante salientar que,  todo este processo está no interior da pessoa humana e não no exterior, ou seja, consciência plena é dentro e não fora do sujeito.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *