CONFORTÁVEL NA PRÓPRIA PELE

Uma pergunta a ser feita no cotidiano de nossos dias : Eu me sinto confortável em minha própria pele? Sentir-se confortável no corpo, na mente, nas emoções, na pessoa que sou, remete-nos à profunda intimidade de nosso ser. Um espaço de convivência pessoal com a pessoa que somos e que se constrói ao longo de uma existência. Quando nos sentimos confortáveis em nossa pele, estamos abertos às outras pessoas ao nosso redor a cada momento presente, um estado interior de presença qualificada. Quando nos sentimos estranhos em nós mesmos, os medos tomam contam gerando insegurança, desconfiança, baixa capacidade de compreensão de si e do outro. Cultivar um estado de amizade interior, de autorreconhecimento sincero, abre espaços para compreender nossos erros, fracassos, decepções e frustrações como estados que fazem parte da nossa existência humana e são uma oportunidade para a maturidade e crescimento pessoal. Quando estamos confortáveis em nossa própria pele, podemos reconhecer a potência da autocompaixão, da bondade existente na profundidade de nosso ser, disponível a todos os seres. A bondade em relação a si mesmo, alimenta a autocompaixão e pode ser compartilhada com todos ao nosso redor, em pensamento, palavra e ação.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *