CONFLITO E DEMOCRACIA

A conjugação, resolução de conflitos e democracia demanda habilidades, pessoais e sociais. São dimensões humanas, que ainda desprovida da compreensão do que realmente vem a ser uma democracia. Embora veladamente, temos imensa dificuldade pessoal e social, de reconhecer preconceitos, formas de controle e subjugação, reconhecer os mecanismos truculentos que excluem muito mais que incluem, que ainda retornamos aos mecanismos autocráticos para impor vontades para não ter que lidar com a diversidade, ou seja, querendo paz fazemos a guerra. Mudar hábitos, atitudes mentais, visões de mundo, é tarefa árdua de quem realmente quer se comprometer com a vida. Preservar a vida é incluir, é respeitar para dialogar com sabedoria e razão sensível, é ter boa vontade para ampliar a compreensão e adquirir habilidades mais salutares. A passagem o EU posso, EU faço, EU dito, para o NÓS somos e só somos se formos juntos no viver-junto, é uma ação que nasce no pessoal, no coração e na mente da pessoa humana para se revelar no social. Democracia é ter a habilidade de reconhecer e legitimar a diversidade. O humano só pode reconhecer o humano, se ele se reconhece como humano.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *