CONFIANÇA CONFIÁVEL CONFIAR

Diante de tantos desajustes sociais deste contemporâneo, dois aspectos tem sido evidentes: confiança e sustentabilidade. Sem confiança não há sustentabilidade, há medo e controle, há desmedida. Algo só pode ser sustentável se as relações que o sustentam sejam confiáveis, para tanto é necessário confiar, ou seja, fiar junto. Estar em comunidade significa partilhar e compartilhar, significa conectar-se incluindo o diferente, incluindo a diversidade. Uniformidades, homogeneidades, são insustentáveis, se esgotam pela ausência de nutrientes, aquilo que nutre, que liga para manter as conexões. A confiança é o nutriente que sustenta a conectividade, mantendo a integridade das qualidades que viabilizam o trânsito nas relações. Ocorre que só poderemos estabelecer relações sustentáveis com o outro, seja este outro um ser humano, ou o meio ambiente, ou a natureza, se soubermos estabelecer relações de confiança em um meio confiável e para tanto, é necessário confiar. Pergunta: você é uma pessoa confiável? Para confiar no outro primeiro é preciso que eu confie em mim mesmo. Confiar é agir com confiança. Autoconfiança é o verdadeiro reconhecimento de seus potenciais, de suas fraquezas e suas conquistas, de suas competências e suas incompetências, é o reconhecimento de um SI próprio, de um Amor de Si, na sua justa medida.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *