COMPROMISSO COM UM OBJETIVO

“O ideal da não-violência não é em si mesmo um objetivo a ser vivido, mas, um objetivo com o qual temos que estabelecer um compromisso.”(Gandhi)  Esta inspiradora afirmação é de alguém que viveu até o seu último minuto de sua vida o reto compromisso com a verdade e a não-violência, ou seja, a capacidade incondicional de amar. Assumir uma vida pautada na verdade e na amorosidade, é  conduta para os fortes. Só os fracos optam pela desonestidade, pela falsidade que corrompe todos os espaços e os tempos relacionais. Só os fortes de espírito são capazes de suplantarem a força destruidora da violência e se manterem firmes e fiéis ao compromisso de serem verdadeiramente honestos e compassivos. Tanto a verdade como a compaixão, estão diretamente vinculadas a um estado interno de conduta de resistência, que persiste apesar das forças corruptíveis, porque acredita na força maior da verdade. Lembrando que, justiça se faz com os justos e pelos justos. A grande justiça não está nas leis do direito, mas no coração e na mente daqueles que assumem para a sua vida o compromisso inafiançável de ser verdadeiramente bom, justo e belo. Aqui mora a liberdade.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *