COMPREENDER O MUNDO E A SI MESMO

O grande propósito da educação é permitir que uma pessoa compreenda o mundo em que vive e convive, compreendendo a si mesmo. São duas instâncias fundamentais para a formação de um sujeito, de um cidadão, de uma pessoa humanizada inserida no contexto de suas relações. Apenas um conhecimento acompanhado de reflexão, de experiência, intercambiado com as diversas áreas do saber, interconectado com a diversidade relacional e cultural, poderá formar uma pessoa plena de si mesma. As instituições de ensino não se destinam a repetições automatizadas de informações. O acúmulo de informações não garante mudanças nem constroem pessoas plenas e integradas em seu meio. Repetição e automatização impedem a liberdade, a dignidade, a capacidade de escolha e o pensamento crítico. Quando existe abertura e disposição para compreender o mundo e os acontecimentos, reconhecendo que tudo está interconectado, que dependemos uns dos outros, que nos construímos juntos e aprendemos juntos, abrem-se os canais para a autocompreensão, o autoconhecimento, a autocompaixão. Estes são os grandes propósitos da educação: formar o cidadão livre e crítico. Ensinar a pensar e não a lucrar! Acumular informações e papéis visando lucros, é entrar na rota da destruição da própria educação. Uma profissão não se escolhe  unicamente para lucrar. Escolher uma profissão é estar alinhado com o reconhecimento de uma missão pessoal. Compreender o mundo e a si mesmo, com profundo respeito e dignidade, assumindo a responsabilidade pessoal diante deste mundo, é a via da sabedoria, da maturidade, da plenitude do ser, da autorrealização.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *