COMPREENDER A FRAGILIDADE

A compreensão da fragilidade da pessoa humana, já é um grande passo na direção para um viver ético. O reconhecimento da potência da vida, da imensa potencialidade do ser humano, comporta a aceitação da fragilidade, do contraditório como constituintes da vida humana. A prepotência da racionalidade insiste em querer comprovar que a lógica da previsibilidade oferece certezas e definições mas, a vida e o viver estão muito além de um modelo racional de pensar.  Assumir e incluir a fragilidade, a dúvida, o paradoxal, o contraditório no viver e conviver, é abrir espaço para a alegria e o contentamento.

Abraços   ****

Vivi

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *