COMPORTAMENTOS PRÓ-SOCIAIS

Em qualquer aprendizado, afirma o pesquisador Matthieu Ricard, “as mudanças no nível do cérebro e do temperamento são mais fortes quando se pratica uma atividade de modo contínuo e regular”. O cérebro precisa da repetição para aprender. Quando uma pessoa se expõe a contínuas cenas de violência, ela aprende que a natureza humana é violenta e passa a adquirir comportamentos hostis em sua vida. Por outro lado, uma pessoa cujo ambiente relacional é mais harmonioso ela naturalmente se relaciona com o mundo de forma mais empática, alimentando em si mesma, atitudes altruísticas. Neste sentido,a televisão, os filmes, os videogames, com cenas de violência, guerras, estupros, destruição, favorecem o desenvolvimento de pensamentos e comportamentos agressivos, reduzindo os comportamentos pró-sociais. Contudo, os conteúdos que são expostos na televisão, nos videogames e filmes, não condizem com a verdadeira natureza humana nem com a realidade social. Seguindo esta reflexão, será fundamental que a sociedade humana e as pessoas em particular, reflitam sobre o que está sendo apresentado ao cérebro humano que afasta o ser humano dos comportamentos pró-sociais. Este tem sido um desafio para toda a sociedade, sobretudo para educadores, pais, famílias, para a justiça, a saúde e a saúde pública. Onde está você nesta reflexão? Você seleciona os seus momentos de lazer, seja na televisão, nos filmes e nas redes sociais? Que qualidade de alimento você oferece a seu cérebro? O que você quer cultivar em si mesmo e em seus relacionamentos?

Abraços    ****

Vivi

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *