COMPAIXÃO

Todos os seres humanos possuem a capacidade de compreender, perdoar, reconhecer os seus sentimentos e os sentimentos do outro. Todos nós somos dotados da capacidade de compreensão, como também da capacidade  para a bondade, a benevolência, a gentileza, o acolhimento, o afeto. A sobrevivência humana dependeu e depende destas qualidades, sem a quais impossível seria a nossa existência. Uma mãe sabe perfeitamente o que é acolher e proteger um filho, como sabe naturalmente reconhecer os sentimentos de uma mãe, quando perde um filho que morreu ou que se perdeu em outras mortes. A sabedoria materna tem esta capacidade, assim como todos os humanos. A compaixão faz parte da vida biológica e psíquica. Ela se manifesta na empatia, na equanimidade, na capacidade de se colocar no lugar do outro, na capacidade de sentir pelo outro e ainda poder compreende-lo, acolhe-lo, reconhece-lo em sua humanidade. A empatia é uma capacidade inata, assim como a capacidade de reflexão e análise,mas, é preciso desenvolve-la,assim como a compaixão. Esta começa pela autocompaixão, pela capacidade de se compreender, de ser gentil e amoroso, de ser respeitoso e generoso consigo mesmo, para então transbordar para todos os outros, inclusive aos inimigos. O dispositivo da compaixão é inerente ao humano mas, é preciso desenvolve-la. Este é um desafio permanente em nossas vidas: cultivar a compreensão, a sabedoria, para que o silêncio compassivo se manifeste em nossas ações, pensamentos e sentimentos. Quando somos sensíveis ao sentimento alheio ampliamos a nossa compaixão, através da noção de responsabilidade e equanimidade.Não podemos negligenciar a dimensão interior. É preciso nutrir momento a momento nossa capacidade de amar e ser amado, perdoar e ser perdoado, acolher e ser acolhido. Transformar corpo e alma, transformar, mente e coração, para o bem estar de todos os seres, conclamando todos os nossos esforços para que todos os seres possam ser felizes, possam ser saudáveis e terem paz em seu mundo interior e exterior. PAZ A TODOS OS SERES!

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *