COMO BUSCAR A PÉROLA

Todos querem “ter” a pérola preciosa. Ocorre que, a verdadeira pérola não está nas águas rasas, só a encontramos nas profundezas do fundo mar. Para obtê-la há que mergulhar fundo.A pérola verdadeira como uma vida verdadeira, não se conquista na superficialidade. Serão muitas descidas ao fundo da nossa alma, treinando a nossa mente e o nosso corpo para podermos descer com segurança e encontrar o mais verdadeiro do ser humano, a sua pérola sagrada. É pelo esforço e disciplina, de tentativa em tentativa, na experiência viva do viver cotidiano, que uma pessoa pode ganhar musculatura interna para encontrar o melhor de si mesma. Lembrando que esta conquista não pode ser comparável às conquistas materiais e intelectuais. Esta é uma conquista que exige grande atenção no processo de conquistar e manter, esta é uma instância em permanente mudança, onde tudo é transitório. Reta atenção e reta conduta, reta palavra e retos pensamentos, são ingredientes fundamentais, alimento permanente deste mergulho. É o mergulhar fundo para reconhecer e diferenciar as emoções e sentimentos, as respostas somáticas que suscitam emoções e trazem memórias que nem sempre são agradáveis. Memórias que recorrem a padrões mentais e padrões de comportamento que somente com honesta atenção e percepção de si é possível ver, enxergar para querer mudar. É um mergulho permanente nas profundezas de si mesmo. Porém, a refinada conquista  desta pérola sagrada traz consigo a alegria da liberdade, a libertação dos aprisionamentos dos automatismos condicionantes que impedem a expressão da magnitude da beleza interior. Todo ser humano recebe ao nascer esta pérola sagrada, basta apenas querer acessá-la. A iluminação não está fora do ser humano está dentro, basta acessá-la e para isto é preciso querer. É a motivação que gera o movimento para o grande mergulho da vida. Vale a pena!!!

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *