COM A MUDANÇA TAMBÉM SE APRENDE …

Toda mudança gera uma certa instabilidade. É o reconhecimento do novo. Manejar-se em novos territórios, requer energia para o aprendizado de novas possibilidades na articulação dos diferentes dispositivos em diferentes configurações. Ao mesmo tempo, é fazer conexões com ambientes que solicitam conhecimento a ser “linkado”, na teia da complexidade sistêmica. Mas tudo é experiência a ser incorporada, corpada, para se formar em novas camadas cognitivas. Fato é que, “não se faz omelete sem quebrar os ovos”. Para que haja a mudança, é necessário desfazer camadas para outras se constituírem, se resignificarem, na direção da maturidade. O conflito é o motor.  Ele alavanca os processos de mudança que nos tira da zona de conforto, para seguirmos em direção à maturidade, ao crescimento pessoal, que só é adquirido se vivido. Mudança é corpo vivo. Mudança é aprendizagem. A coragem fortalece e a sabedoria ilumina. Lembrando Gandhi: com amor e verdade sempre. Se houver reto pensamento e compaixão, a mudança engrandece a todos os envolvidos, “contaminando” com a sua força e gerando potência de vida. Aqui, os espaços se abrem e as oportunidades brotam através do rico fermento da criatividade, que todas as pessoas possuem. Aprender com as mudanças, é também fazer contato com o medo e ao mesmo tempo com a vitalidade que encoraja e encanta.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *