ATENÇÃO TAMBÉM SE TREINA

Um dos grandes obstáculos em nosso viver é a distração. Quanto mais estímulos, demandas, solicitações, mais distraídas ficam as pessoas. O cérebro diante das incontáveis demandas, entra num processo de esgotamento cognitivo, incapaz de sustentar um foco atencional. Ansiedade e torpor, agitação e lassidão, competem entre si numa verdadeira gangorra mental, acionando emoções e respostas impulsivas incontroláveis, regidas pelos circuitos cerebrais das vias ascendentes. Tomadas pela velocidade das respostas emocionais, as pessoas não conseguem perceber que não percebem, aumentando a distração. Uma das tarefas mentais é, transformar as emoções destrutivas da cobiça, da raiva, da inveja, da retaliação, da vingança, em canais positivos de sentimentos generosos e mais produtivos. A desatenção é um tremendo obstáculo. Quanto mais as pessoas se deixam ser exigidas por estímulos externos e pressões sociais, mais desatentas se tornam. Para alterar este ciclo vicioso que impregna nosso cérebro e compromete a saúde da vida pessoal, relacional, afetiva, profissional e espiritual, é necessário dar atenção à atenção. A boa notícia é que, a atenção também se treina, é uma habilidade. A vontade alimenta a motivação e como todo treinamento, é preciso disciplina e persistência. A medida que o treinamento se mantém ,a atenção começa a se fortalecer. Primeiro começa o reconhecimento dos momentos de distração. Se a pessoa conseguir eliminar a auto-crítica e os julgamentos, mantendo o treinamento focado, a clareza mental se manifesta e com ela o discernimento e gradativamente a “musculatura interna” começa a se fortalecer. Tal qual uma academia, a atenção vai sendo treinada, reduzindo os períodos de distração de uma mente torporosa ou ansiosa. Como todas as habilidades, o treino da atenção tem um começo mas, nunca terá um fim, pois é tarefa para uma vida. Contudo, as dádivas de uma mente atenta, são manifestas pela experiência da liberdade.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *