APRENDER A CORPORIFICAR

O sistema cognitivo do ser humano vivo, que se relaciona consigo e com o seu meio, está permanentemente imerso em uma rede neuronal e social, recebendo e processando milhões de informações a partir do funcionamento cerebral. Cérebro, mente, corpo e consciência, atuam integradamente no organismo humano, sempre na relação com o seu meio ambiente, juntamente com as particulares histórias e experiências, que cada pessoa traz consigo e responde ao mundo na sua individualidade. O ser humano vivo está em constante movimento, conectando-se, adaptando-se e agenciando-se conforme as solicitações do meio externo e do meio interno. Necessidades, sentimentos, emoções, motivações, são fatores que impulsionam a pessoa à ação. Neste contexto, aprender é coordenar mente e corpo, onde o organismo entra em sintonia com o meio, é encarnar, corporificar o vivido que se inscreve cognitivamente no corpo, no sistema sensório motor. Aprender é encarnar o conhecimento. Não há separação. Somos um todo integrado e quando podemos transcrever a experiência cognitiva, muscularizando-a, a aprendizagem se processa, sempre no seu devir,onde aquele que aprende se coloca em permanente relação, ou seja reinventando-se. Corporificar a aprendizagem é trazer a consciência, onde a atenção se qualifica numa  presença que participa, age, cria e se reinventa.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *