ANTÍDOTOS   QUE   SALVAM

Quando estamos frente às emoções negativas podemos perceber o seu poder de destruição. Elas agem destruindo a pessoa que as alimenta e ainda, fazem incontáveis  estragos por onde passam. A raiva, o ódio, a ganância, a inveja, a cobiça, são todas emoções que destroem o corpo, a mente, a alma, as relações, o meio ambiente, os animais e tudo que vive neste mundo. Quem nunca passou por um momento de raiva? Este sabe perfeitamente o poder de destruição que ela tem. Assim também são os ressentimentos, que insistem em manter na mente angústias destruidoras , gerando ansiedade e uma série de patologias mentais, somáticas e relacionais. A maravilha é que se quisermos temos chance de sair deste processo altamente destruidor. Os comportamentos destrutivos que acompanham as emoções destrutivas e aflitivas, levam à tristeza e ao sofrimento permanente. A boa notícia é que podemos sair deste círculo vicioso e aflitivo que tanto mal faz para quem sente e para quem está em volta. Quando decidimos realmente sair deste cenário perverso, precisamos com diligência mudar o comportamento e a atitude mental. Ao desenvolver algumas características mentais positivas , desenvolvendo reais mudanças internas,  o comportamento também se modifica. O cultivo de forma consciente e permanente em palavra, pensamento e ação, de atitudes e sentimentos de paciência, tolerância, gentileza, cordialidade, humildade, modéstia, é possível  transformar nossa vida mental e relacional.  Estas atitudes mudam o comportamento, mudam as respostas diante das situações e abre espaços transformadores na interação com as outras pessoas. São verdadeiros antídotos que pode salvar, podem desfazer a força destruidora das emoções negativas e alavancar o poder das emoções positivas em nossas vidas.  Contudo, é preciso primeiro querer, é preciso uma decisão interna e absolutamente pessoal, pois há que se manter vigilante para que emoções negativas não tenham mais força em nossa mente. O cultivo de uma mente gentil e compassiva, de uma mente pacienciosa e humildade, são as portas da felicidade. Estes antídotos estão disponíveis para todas as pessoas em qualquer momento da existência, basta apenas querer encorporá-los.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *