AMOR – UM FATO DA VIDA

O amor é um fato. Ele é em si mesmo. Um sentimento que nenhum humano pode negar. Um sentimento que intensifica a vida no próprio viver. É ele uma completude . O estado amoroso é a experiência viva de uma plenitude. Quando amamos podemos sentir a inteireza da vida, onde não há mais separação, tudo se torna único e completo. Amar a vida, viver uma vida plena de amor, é estar  em comunhão com algo que transcende a si mesmo. Amor é alegria, mas, não euforia. Amor é esperança, é sonho, é gratidão, é compromisso com um estado que é livre de qualquer separação. É liberdade. Uma liberdade interior que independe de qualquer condição externa. Amor é humildade, mas, não é subserviência. Amor é silêncio, mas, um silêncio que mobiliza e não paralisa. O amor impulsiona,  não estagna. O amor encoraja. Quando o amor desponta na consciência às vezes mostra uma face tenebrosa, mas, é um temor que se espanta porque se vê diante da intensa luz. O amor sempre está, basta acessar. Ele oferece sentido à vida humana. É um segredo sempre por se revelar . Quando amamos verdadeiramente,  com a coragem da entrega confiante no amor, podemos reconhecer a grande revelação que acontece através e com o outro, a quem amamos.

Abraços  ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *