AMOR E BONDADE TAMBÉM SÃO CULTIVADOS

Uma das grandes maravilhas da consciência é a disponibilidade de liberdade. Sim, disponibilidade! A liberdade faz parte da consciência humana mas é preciso atenção, clareza de propósitos, discernimento, para acessá-la, senão a escolhas serão feitas a partir dos condicionamentos e dos automatismos mentais. Estar presente e consciente de uma presença é algo que se cultiva, nascemos com o potencial mas, há que ser treinado, nutrido, cultivado. O cultivo de uma presença qualificada na vida e no viver e conviver requer um sujeito atento ao seu funcionamento mental, às suas emoções, sua cognição, para viver com clareza suas dores e seus encantos, suas conquistas e derrotas, pois tudo faz parte do viver e tudo está em trânsito, em mudança permanente. Uma presença qualificada tem a liberdade de escolher a cada momento. Escolher se alimentar do amor e da bondade consigo, com os outros e com todos os outros. O amor-bondade se alimenta com a atenção, se nutre com a empatia que por sua vez, nutre a compaixão. Cultivar o amor-bondade é escolher viver uma vida com dignidade e encantamento, com discernimento e equilíbrio, com diligência e suavidade, com uma coragem que se distancia do medo e ainda, com toda a potência que a vida nos oferece em cada pulsação.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *