ALEGRIA DO CORAÇÃO

 A alegria é um sentimento, um estado da alma que sempre encontra uma saída digna quando parece que não há saída. É um certo jeito de “estar no coração” que desobstrui os caminhos, facilitando a condução da nossa existência. Como tantos outros sentimentos, a alegria também aceita e precisa ser cultivada através de uma atenção focada e voltada para oferecer-lhe os nutrientes necessários. A alegria se alimenta do bem-estar-bem consigo, do contentamento, da vontade que nutre a motivação, da capacidade de querer aprender e compreender, do respeito às pausas, do perdão e da auto-conciliação. A alegria traz luz, ilumina, permite que as cores se revelem na sua magnitude e os perfumes possam exalar e permear por todo o  espaço do nosso ser mais profundo. São muitos os seus matizes, inclusive com ela estão também os tons da tristeza, um estado interno que se recolhe na intimidade de seu ser no exercício da auto-escuta pois a vida, como uma grande arte, também comporta a arte de se escutar e se reconhecer. Alegria não é euforia, ansiedade ou agitação. Alegria é o encantamento pelo prazer de viver uma vida genuinamente melhor. Para viver a alegria não há fórmulas, apenas a vontade determinada por viver uma vida plenamente feliz. Isto não significa se iludir com a inexistência dos obstáculos e desafios próprios do viver e conviver mas, estar desperto para o exercício da busca do desenvolvimento pessoal com os outros e para os outros, na fraternidade comum da dignidade humana.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *