AINDA AUTOCOMPAIXÃO

A pesquisadora em autocompaixão Kristin Neff, apresenta em um de seus artigos publicados sobre o tema, que a autocompaixão se revela como auto amabilidade diante da autocrítica, como humanidade compartilhada perante o isolamento e ainda, como auto atenção ou atenção plena frente ao excesso de identificação ou sobre identificação. A atitude e o cultivo da autocompaixão, pode contribuir favoravelmente para a diminuição dos estados depressivos, estados ansiosos, o estresse e as formas de resistência emocional. A compaixão começa com a autocompaixão.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *