AFIRMAR A VIDA

Saber identificar além ou aquém das aparências é também uma arte, é a arte de um refinamento que entende que a vida é para ser afirmada e não criticada. A grandiosa sonata da vida manifesta na sinfonia social, possui expressões sonoras inaudíveis, que os espíritos cordatos são capazes de ouvir e se deliciarem com a sonoridade da melodia. O mundo, como diria Montaigne, “não passa de uma gangorra perene, onde todas as coisas se alternam sem cessar…”, mas, a vida na sua infinita dinâmica perpassa no seu mistério, que os sábios generosamente sabem perceber em seus corações, pois só a sabedoria é capaz de pensar com o coração, ver com com os olhos do coração, ouvir e silenciar na sintonia viva da vida. Afirmar a vida ao longo de uma existência, é um ato de oração, de uma oração permanente, daquele peregrino que se mantém firme e fiel, na sua coragem  de ser uma presença viva em sua fé: o amor divino. Afirmar a vida, é aceitar com humildade a existência da natureza humana.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *