ACALMAR A AMÍGDALA

Uma amígdala cerebral excitada é a expressão de emoções exacerbadas, muitas delas em resposta às situações estressoras. O estresse faz parte de nossas vidas, a grande questão é COMO nós lidamos com o estresse. Situações podem ser estressoras para nós. Fatos reais, acontecimentos, podem ser gatilhos para desencadear toda uma cascata hormonal em nosso organismo a partir do sistema neuronal e endócrino, em resposta ao estímulo provocado. Mas, acontece que nem sempre há um fator concretamente desencadeante, apenas uma criação da nossa mente, ou seja, quando a nossa mente imagina uma situação que pode ser estressora e ao alimentá-la pela via dos pensamentos e emoções, os neurotransmissores respondem a este estímulo, mesmo sem haver um acontecimento real. A região pré-frontal esquerda tem a capacidade e a competência para acalmar a amígdala cerebral. Quando somos emocionalmente sequestrados, perdemos a atenção aos nossos pensamentos e emoções, seja diante de um fato real ou imaginário e os circuitos da amígdala capturam o lado direito e assumem o comando. O treinamento mental da plena atenção pode modificar esta circuitaria, suavizando o sequestro, na medida em que, o lado esquerdo do cérebro é capaz, por uma ação consciente, enviar sinais para ativar a região pré-frontal esquerda. Quanto maior a presença atentiva ao processo de resposta somática, menores serão os resíduos deixados do estresse no organismo vivo. Portanto, atenção e presença podem ser treinadas para acalmar a amígdala.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *