A VIDA É O QUE ACONTECE …

A rotina do cotidiano automatizado de todos os dias, tem sido tão massacrante que, não conseguimos perceber que estamos sendo triturados e engolidos, pela maquinaria exigente do capitalismo. Consumidos pela sociedade do consumo, onde a competição predatória e a corrida de velocidade ditam as regras do jogo, não há tempo para sentir que a vida acontece e passa. Estamos sendo colocados numa forma e passamos a agir sempre igual. Formatados e burocratizados, nem lembramos que somos capazes de refletir, de criar e de ser livre. Paradoxalmente, o discurso do mercado de produção nos seduz prometendo felicidade e liberdade. Contudo, uma tal felicidade e liberdade que nunca chegam. Em tempos onde o trabalho exigente do sistema nos acompanha até a velhice, ser livre e feliz tem sido uma promessa que nunca se cumpre. Então, o que chega é a frustração. Se pudéssemos nos dar pequenos momentos de pausa para reconhecer que estamos sendo colocados em formas, todas iguais para melhor caber na máquina do sistema, seríamos capazes de encontrar vias alternativas. Afinal, a vida acontece, apesar deste modelo. É ela que acontece. Ter a coragem de se deslocar, recuar para dar uma certa distância desta maquinaria, simplesmente para ver o que está acontecendo, já seria um passo enorme na direção da liberdade e da felicidade, que certamente todos nós almejamos. Desacelerar, lembrar que muitas vezes menos é mais, talvez seja uma via mais salutar,digna e respeitosa para nós e para nossos filhos. Pense nisto: viver ou sobreviver!

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *