A VIDA É CAPAZ DE CRIAR RECRIAR

A vida sempre olha para frente. Ela sempre é capaz de criar e recriar, apesar de todos os obstáculos e impedimentos, a sua força segue adiante. Nas palavras da escritora Paula Sibilia, “A vida opõe resistência aos dispositivos desvitalizantes, ela é sempre capaz de criar novas forças.” Desconstruindo para construir, a vida prossegue construindo novas linguagens, novos saberes, novas configurações de corpos e subjetividades. Na sua força vocacional biopolítica, ela possui resistentes dispositivos para seguir adiante. Nesta complexa sociedade contemporânea novos arranjos se constituem, em novas modalidades valorativas, persistindo na direção primeira e última: a vida quer viver. Apesar das espécies que se encontram em extinção, outros arranjos se constituem abrindo espaços na direção do viver. Uma consciência aberta às possibilidades vivas do vivo, terá chances de conectividade para criar e se recriar, momento a momento, na circularidade do vivo. A boa notícia: a vida abre espaços de possibilidades sempre, pois tudo que é vivo se modifica, do micro ao macro, dos organismos biológicos vivos aos organismos relacionais coletivos vivos incluindo os organismos ambientais naturais vivos. Todos se compõe e se integram, mutuamente.

Abraços    ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *