A CRIANÇA É UM SUJEITO DE DIREITO?

Sim, a criança, o adolescente o jovem, todos são sujeitos de direito. Não há mais nenhum espaço para continuar desconsiderando as nossas crianças, adolescentes e jovens como se eles fossem desprovidos de seus direitos. Todos têm o direito preservado e assegurado na lei. Eles têm direito a educação, saúde, dignidade e liberdade, portanto precisam ser ouvidos. Se, queremos que nossos jovens sejam responsáveis, sejam indivíduos e cidadãos respeitosos e honestos, cabe a nós adultos, ensinarmos a eles estes valores fundamentais para a saúde das relações de convivência na diversidade. Estes valores, só serão incorporados, muscularizados pelos nossos jovens se eles tiverem a oportunidade de aprenderem e este aprendizado não será pela via da arbitrariedade, mas, sim pela via da corresponsabilidade, da transparência honesta dos adultos como modelo a ser seguido. Como sujeitos de direto, nossas crianças,  adolescente e jovens precisam ser ouvidos, precisam e merecem serem considerados. Quem disse que eles não sabem pensar? Quem disse que eles são incompetentes? Quem disse que eles são desprovidos de potencialidades? Talvez sejam aqueles que não acreditam em si mesmos e por isto insistem em serem controladores, insistem em continuar se manejando na vida pela desqualificação e intimidação. Não será pela imposição, pelo berro, pelo mando, pela subjugação que os adultos irão ensinar responsabilidade, respeito e honestidade. Enquanto não dermos espaço de voz e considerarmos nossas crianças, adolescentes e jovens como sujeitos de direitos e, portanto, que tem direito a ter direitos, tem o direito de serem ouvidos e considerados na sua humanidade e dignidade, continuaremos perpetuando e disseminando violência pelo mundo afora.

Abraços   ****

Vivi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *