PAZ E DEMOCRACIA

Para pensar a paz e pensar a democracia, é preciso pensar racismo. Enquanto houver racismo e racismos, nas suas mais diversas expressões ao longo da história e do viver relacional dos seres humanos nas diversas comunidades humanas, não haverá democracia. Afinal, se a Paz não for para todos, ela não será para ninguém. Aqui como ali, enquanto houver supremacia de uma cor e de um gênero sobre o outro, impossível pensar em diálogo democrático e participativo e ainda, espaços pacificadores, locais ou gerais.

Abraços   ****

Vivi

 

 

A GRANDE LIÇÃO

Feliz aquela pessoa que se coloca na vida e no viver disponível para aprender, para querer compreender. A crise sanitária em que se encontra a humanidade hoje,  certamente nos apresenta excelentes oportunidades para aprender e compreender a existência humana no planeta Terra. Muitas são as lições e muitos os ensinamentos. Apesar de todos os desafios, o vírus esteja oportunizando a experiência da solidariedade humana. Solidariedade, é grande lição! Foi a solidariedade, a cooperação, o cuidado, o compartilhar que permitiu que humanidade chegasse até aqui. Contudo, estes valores perderam a sua importância na trajetória civilizatória e o egoísmo, o individualismo assumiu o comando. Quem sabe este momento desafiante seja a oportunidade que os humanos estão tendo para re-aprenderem o valor dos valores solidários.

Abraços   ****

Vivi

COMPREENSÃO …

Compreender a complexidade humana, é se disponibilizar a compreender todo o espectro das interconexões da história da vida humana, desde o nascimento da vida até os dias atuais. Ampliar a percepção para compreender o que nos agrega e o que nos desagrega enquanto humanidade, em relações de interdependência com tudo que vive e convive neste planeta vivo, talvez seja o maior desafio da Educação e dos sistemas educacionais. Compreender os saberes e os modos de conhecimento, compreender os afetos e os modos relacionais existentes nos vínculos afetivos, compreender os ciclos de nascimento, crescimento, desenvolvimento e morte, compreender os ritos de celebração do nascer e os ritos do luto e do morrer. Compreender os cantos, as danças, as poesias e os poetas, nas mais diversas expressões culturais em todos os tempos da existência humana e da vida nesta Terra. Compreender que somos o que somos porque somos juntos, aprendemos e construímos nossos saberes e ritos juntos e assim nos humanizamos …

Abraços   ****

Vivi

 

ESPERANÇAR

Esperança não significa esperar por esperar, esperar sem ação. A esperança é um sentimento que inclui uma ação, inclui um agir com propósito e determinação. Esperançar a esperança, é trazer clareza e lucidez aos propósitos vitais que alimentem a vida, que alimentem os valores que sustentem ações que vitalizem a vida e viver, vitalizem o bem-viver. Bem-viver é um viver para o bem comum, em aliança ao bem comum. Um bem que é compartilhado na partilha da cooperação, dos afetos, de tudo que alimenta e nutre uma vida digna para todos igualmente. Esperançar, é realmar a esperança na ação para um Bem-Viver de todos e todas e ainda, de tudo que vive.

Abraços   ***

Vivi

DIREITOS HUMANOS

Não é possível pensar em Direitos Humanos sem pensar a intersecção, a complementariedade e a interdependência dos direitos. Pensar Direitos Humanos, Direitos Universais, Valores Humanos Universais, é pensar em integralidade do ser e da vida. Não há vida fora da interdependência. Quando os Direitos Humanos são pensados isoladamente, pode se ter a certeza de que se trata de um discurso falso, de uma enganação para a mente humana, de uma narrativa que tem por única finalidade comprometer a subjetividade humana para atender aos interesses de um poder dominador.

Abraços   ****

Vivi

LIBERDADE E DESIGUALDADE

Quando as relações são desiguais, impossível é falar em liberdade. A liberdade pressupõe escolhas em igualdade de condições. Desigualdade não significa diferenças pessoais. Cada ser humano, cada pessoa humana é portadora de um incrível potencial de talentos e competências que necessitam de espaços para serem acessados e vividos integralmente. A desigualdade social aliada à injustiça social usurpa qualquer acesso à integralidade do ser. Sob estas condições não há liberdade. Sem acesso ao potencial pessoal, ninguém é livre para escolher. A dignidade humana, ou uma vida com dignidade necessita de igualdade de condições. Se a liberdade é um valor fundamental para uma vida digna, é necessário que não haja desigualdade de condições.

Abraços   ****

Vivi

CAMINHAR JUNTO

O caminho da si nodalidade, é o caminhar junto na fraternidade e na irmandade do ser. Sínodo, significa caminhar junto. Sínodo, é a partilha de uma caminhada na fraternidade de irmãos que se cuidam e se respeitam na generosidade dos encontros. Vida é conexão, é ligação inteligente que faz florescer a própria vida. A vida se faz e se constrói em comunidade, na partilha dos afetos, do cuidado, do profundo respeito para com toda a criação. Caminhar junto para construir a casa comum, compartilhando os frutos da terra, os frutos do trabalho e de tudo que dignifica todos os seres viventes.

Abraços   ****

Vivi

LIBERDADE É …

O neoliberalismo insiste em convencer as pessoas que ser livre é ser proprietário de Si mesmo, então …”meu corpo minhas regras”. Acontece que, antes de um Si mesmo existe um ser que é relação. Ninguém é só, nem ninguém se constrói sozinho. O humano é um ser de relação e só se constrói em relação, tanto na dimensão biológica, como na dimensão social e metafísica. A pessoa humana é ao mesmo tempo dependente e independente.  Se o neoliberalismo se apropria da subjetividade humana convencendo que somos proprietários de si mesmo, nos tornamos individualistas e egoístas. Se vivemos em sociedade e em relação com o mundo, com o meio ambiente, com a cultura, com tudo que vive, somos responsáveis por nossas escolhas. A liberdade neoliberal destrói o bem comum. Eu posso ser um corpo e uma subjetividade, mas, a responsabilidade de infectar alguém é  absolutamente minha. Ser livre é saber fazer escolhas e se responsabilizar por suas escolhas.

Abraços   ****

Vivi

 

NÃO BASTA SOBREVIVER, É PRECISO VIVER O BEM-VIVER

Vida em abundância !!! Vida em Plenitude ! Vida Digna na Dignidade do Viver ! Sobreviver não é viver a dignidade da vida ou, uma vida com dignidade. Quando governos colocam o dinheiro acima da vida, quando a vida humana passa a ser descartável, quando a vida se torna um objeto, quando as pessoas se tornam meios para servir ao lucro de poucos, estamos na direção contrária do processo civilizatório, estamos diante do massacre à própria vida. Ninguém quer sobreviver, todos os seres querem viver o Bem-viver !

Abraços  ****

Vivi

 

 

A LEI DA RESPONSABILIDADE

Se tudo que fazemos nos afeta uns aos outros, em maior ou menor medida, somos todos e todas, pessoas humanas, indistintamente, responsáveis. Atitudes, gestos, palavras, escolhas, agires, omissões, tudo o que fazemos ou deixamos de fazer é de responsabilidade humana. O presente hoje e o futuro amanhã, é de responsabilidade humana. As sociedades, as comunidades, os Estados e Nações, os grupos e agrupamentos, as famílias, as instituições, são espaços de responsabilidade do Ser Humano. A responsabilidade é uma lei universal da qual ninguém pode se furtar das consequências de suas escolhas.

Abraços   ****

Vivi