ENCONTRO

O ser humano é por excelência um ser de relação, assim como todo o Universo. A vida é conexão. Quando perdemos a conexão perdemos o pulso da vitalidade. Todo ser vivo precisa do contato para prosseguir vivendo. Vivemos todos em meio aos acontecimentos e circunstâncias que vão trilhando a nossa existência. Somos fruto de um encontro gerador da vida de cada um de nós. Mas o que é o encontro que tanto falamos? Ao longo de nossa vida nos relacionamos com os mais diversos ambientes e pessoas, vivendo relações com mais ou menos afinidade, identidade, é assim, faz parte desta grande pluralidade existencial, mas o que é o encontro? Quando um encontro é verdadeiro? Quando podemos perceber que realmente houve uma conexão com o outro na relação? O encontro verdadeiro, é quando dois seres humanos estão genuinamente em comunicação, trocando experiências, no profundo respeito pela humanidade do outro, é quando é possível sentir a dimensão existencial da condição humana.Condição que fortalece e potencializa a humanidade viva de cada um.
Abraços ****
Vivi

UMA PALAVRA NÃO DISPLICENTE

Em tempos polifônicos, com intensa proliferação de ruídos, sons estridentes, gritos, vozes e mais vozes, a palavra se perde nesta loucura onde ninguém se entende. Neste turbilhão esquizóide, comunica aquele que mais alto fala ou berra, mas uma comunicação sem entendimento, completamente desprovida de conexão, um diálogo de surdos ou enlouquecidos. Onde todos falam ao mesmo tempo ninguém se entende, e a palavra é expressa sem nenhum cuidado, é uma vomitação desprovida de sentido, gerando mais fragmentação, distanciamento, desentendimentos e sobretudo desamor. Um caos total, uma “babel”. Então será mesmo que é neste território que nós humanos queremos prosseguir nossas vidas? Será que é aqui que queremos fazer crescer nossas crianças, que aprendem nos imitando? O que queremos? Se queremos um pouco mais de humanidade e respeito em nossas relações talvez tenhamos que de alguma maneira começar a cultivar atitudes mais atenciosas, cuidadosas na comunicação, em nossos encontros. Uma atitude de presença no compromisso determinado de se expressar sem alterar o tom de voz, mesmo que tenhamos que repetir quantas vezes forem necessárias o que tenhamos a dizer, mesmo que tenhamos que fazer silêncio interrompendo a interlocucução para nos fazermos entender pelo outro, mas assumir na prática esta decisão, que é fruto de uma escolha pessoal. Portanto cuidar da palavra é fundamental para a mudança deste estado caótico em que nos encontramos todos, deixando de ser displicente com as palavras, afinal elas tem a força da transformação, para o bem como para o mal. Então, o que queremos, para nós hoje e para as futuras gerações amanhã? Sabemos que o amanhã é fruto e consequência do hoje.
Abraços ****
Vivi

A PALAVRA CORRETA

O processo evolutivo disponibilizou ao humano a eretibilidade e a possibilidade de comunicar-se através da linguagem falada,articulada, com seus signos e significantes, no texto e narrativas. A linguagem humana está diretamente relacionada ao comportamento humano, ou seja, a palavra é a expressão de sentimentos e emoções, que se revelam nos gestos, posturas, entonações. Sendo a palavra falada ou pensada, de fundamental importância na comunicação humana, talvez fosse interessante que as pessoas pudessem refletir de forma mais cuidadosa ao pronunciá-las, tal a força que elas imprimem nos encontros, dentro de si mesmo como dentro dos grupos.Portanto ser cuidadoso com as palavras,ser cauteloso, ser sincero, ser cálido e firme, ser preciso, são qualidades que podem ser aprendidas e que certamente trarão mais humanidade aos nossos encontros. O grande Caetano nos disse ” Saber falar, saber calar, saber a hora certa da palavra certa”. Esta é sem dúvida uma grande inspiração.
Abraços ****
Vivi

O CORPO QUE ASSUSTA

Em plena era da tecnologia, da tecnociência a quantidade de horas dispendidas ao trabalho tem sido algo quase que insustentável ao humano, comprometendo sua biologia e suas necessidades mais básicas. Com tanto aparato tecnológico, máquinas de alta precisão, as pessoas trabalham exausativamente, mas pensam cada vez menos. Todos temos sido levados em alta velocidade para lugares que também não sabemos e nem conseguimos perguntar: por que? para que? Neste cenário de grandes desajustes psicosociais o nosso corpo, acaba se tornando mais um objeto de mercado e portanto cada vez mais distante dele estamos todos. Já não nos reconhecemos. Disfigurados pelas plásticas,adições farmacológicas das pílulas de rejuvenescimento ou de suportamento desta desumana carga de exigências capitalista, temos vivido um corpo desconhecido e como tudo que desconhecemos nos causa medo, então temos nos assustados com o nosso próprio corpo, não nos reconhecemos mais. Modismos de culto a um corpo-objeto e tecnológico, as pessoas se parecem todas iguais, apresentando-se quase que em verdadeiros uniformes ditados pelas modas, sem criatividade e identidade pessoal e cada vez mais assustadas em seus corpos, produzidos pela indústria tecnológica e farmacológica. Portanto meu caro, fique atento às ondas, saiba em que ondas tem estado surfando, senão poderá ser engolido sem retorno à praia da felicidade, que não se compra em farmácias ou clínicas de estéticas. Procure viver um corpo sem o susto do mercado, mas simplesmente o seu corpo, verdadeiro e pleno, potente, assim como somos todos nós, na graça da vida.
Abraços ****
Vivi

BIOTERAPIA

A Bioterapia é uma prática corporal educativa e formativa, onde o praticante é convidado a se tornar um atento observador de si mesmo, de sua gestualidade, “dos modos e dos comos” usa o seu corpo, sua expressão corporal nos inúmeros movimentos do vivido. De forma gradual a pessoa tem a oportunidade de descobrir que é capaz de interferir nas suas próprias tensões e distorções da forma. A modernidade com toda a sua velocidade,rapidez, acelerações das mais diversas ordens, impede a pessoa de sentir-se a Si mesma. Associada à intensa ansiedade pela forma perfeita e pela maciça oferta de produtos e aquisições, com frequência causa o aparecimento de lesões que impedem a pessoa desenvolver uma referência interna de seu próprio corpo, sua fisiologia e anatomia. O desconhecimento de Si impede a sua transformação, comprometendo a postura e toda a sua capacidade de expanção e contração, dificultando o alongamento e reforçando as retrações que certamente estão diretamente ligadas ao pulso respiratório e desbalanceamento muscular.Imprimindo um rítmo mais pausado e contínuo de presença somática, a Bioterapia oferece espaços formativos que viabilizam a experiência corporal que permite pelo reconhecimento de Si, tornar o vivido mais potente e saudável.
Abraços ****
Vivi

PROCRASTINAÇÃO

O que é isto? Procrastinação é aquela atitude de deixar para amanhã, é o “depois eu faço”. Uma atitude de apego à uma zona de conforto muito ligada à baixa auto-estima, à preguiça, ao entorpecimento. Em meio à agitação que gera ansiedade, parece que um cansaço toma conta e o corpo não encontra vitalidade e a mente paralisada e distante do seu potencial, fica na letargia sem forças para a ação, construindo cenários e narrativas para justificar vergonhosamente aquela atitude. Algumas pessoas tem a consciência do seu procrastinar mas muitas nem se percebem neste jogo que as aprisiona deixando-as em lugares doentios de insegurança, sem motivação alguma que alimenta num círculo vicioso mais preguiça mental, emocional e corporal, fisiológica. Portanto, atenção!
Abraços ****

EXERCÍCIO E MENSAGEM

Todos nós precisamos de movimento. Vida é movimento. Quando o movimento é interrompido perdemos a vida. Então, exercitar o corpo é permitir o fluir da vida, abrindo espaços , desobstruindo os canais e tubos, as fibras musculares para dar passagem à vida. Escolher um tipo de exercício é fundamental. No capitalismo vigente muitas são as ofertas no mercado das modas e todas prometem a salvação de um corpo que não irá envelhecer e sempre estará jovem e vigoroso. Grande engano, pois o fluxo da vida é permanente: nascer, crescer, maturar e morrer. Portanto, saber escolher exercícios adequados neste grande mercado da competição e idealização é de fundamental importância. Busque o exercício que ofereça uma verdadeira, sincera e honesta mensagem ao corpo humano vivo, uma mensagem para a mente e uma mensagem para a alma humana.
Abraços ****

MÍSTICA E MISTICISMO

Místico de MYSTOS – do grego – são os que praticavam os mistérios, era uma experiência. Mística, é uma experiência do divino, do sagrado, é a experiência. Misticismo é o esforço para dizer como se deu , como aconteceu o que a alma experimentou. Mística é a experiência e misticismo é a narrativa em palavras.
Abraços ****

MÍSTICA E MISTICISMO

Os processos místicos são experiências singulares, absolutamente pessoais, íntimas e portanto, permitem apenas uma tentativa de narração mas não explicação, interpretação. Uma coisa é a experiência e outra coisa é a explicação, então não confunda a experiência com a racionalidade, com a vontade de querer colocar em palavras o que não tem palavras, apenas a experiência.
Abraços ****

POSTURA E EMOÇÃO

Sempre é bom lembrar que as emoções estão diretamente vinculadas à fisiologia humana. Os exercícios que praticamos, os gestos que utilizamos na comunicação, posturas somáticas, causam um impacto no organismo humano, desenhando mapas ou rotas no cérebro que provocam alterações nos tecidos como também na disposição de ânimo e motivação psicológica. Postura e emoção estão totalmente interligadas, portanto, atenção!
Abraços ****