QUANDO FALTA PERCEPÇÃO

Para um sapo que sempre morou no fundo de um poço, falar com ele sobre a dimensão do oceano, é quase impossível imaginar que ele possa entender. Não há maldade, apenas não há percepção! Na ausência da percepção a comunicação fica comprometida. Necessário será encontrar caminhos para ampliar o espectro, ampliar o olhar para que a mente possa entender as narrativas, os cenários que vão se construindo ao longo do viver. Porém para entender, também se faz necessário um querer entender, ou seja querer sair do fundo do poço para enxergar o largo oceano, que incessantemente se configura e se diferencia em múltiplos performances. Para ver o grande oceano da vida há que abrir o coração, entregando-se ao pulso das ondas, com alegria e coragem. Aprender a surfar sem se deixar abater pelos insucessos nem cair na prepotência das conquistas, mas simplesmente surfar, afinal são as ondas, os ventos, as marés que conduzem. Cabe a mim a sabedoria do surfar, mantendo-se na crista das ondas e aprendendo com o Universo.
Abraços ****
Vivi

O VALOR DO VALOR

Estamos vivendo uma crise financeira, mas não podemos negar que a grande crise é a crise de confiança. O fato é que perdeu-se a confiança. Confiança é uma valor, assim como respeito, honestidade, responsabilidade, liberdade, humildade, tolerância, não-violência e tantos outros denominados valores universais, pois transcendem a temporalidade. Em todos os tempos e espaços os valores devem ser preservados pois, são eles a garantia da boa convivência humana e da preservação da vida. Mas se sabemos da profunda importância por que não o preservamos? Ocorre que o valor só tem valor se ele tiver valor para a pessoa, para cada indivíduo e cidadão. O valor só pode ser preservado e vivido se ele for um verdadeiro valor para pessoa humana. Se não houver sentido e significado de nada adianta o conhecimento, saber da sua importância. O conhecimento do valor não é garantia da sua realização na factualidade das relações pessoais e interpessoais. Então, COMO fazer o valor ter um valor e portanto ser preservado e nunca abdicado? Conhecer é fazer. É na vida pessoal de cada um, frente aos desafios que podemos saber se estamos verdadeiramente comprometidos com os valores universais.
Abraços ****
Vivi

COERÊNCIA – É POSSÍVEL SUSTENTA-LA?

Coerência é um elemento fundamental na educação. Muito se diz que educar é ser coerente, mas o que é ser coerente? A coerência é a sustentação, a garantia na ação de respostas totalmente comprometidas com os valores universais, aqueles valores que em hipótese alguma podem ser deixados de lado, são inegociáveis, como é o respeito, a honestidade,a responsabilidade, entre outros. A coerência anda de mãos dadas com a ética e o fazer ético, momento a momento na vida relacional. As relações de convivência se deparam com desafios quando precisamos estar com o diferente, com o diverso. Nestes territórios o compromisso com os valores universais é colocado em cheque e aqui se evidencia a coerência que é uma atitude que nem pode ser totalmente rígida nem totalmente lassiva mas é aquela atitude que é fruto de uma ação interior advinda de uma presença ética que é fruto da coragem. Portanto ser coerente não é algo simplista mas requer pulso, plasticidade pedagógica, porque a vida é movimento, é um constante fluxo onde só pode permanecer viva e vigorosa, enquanto houver conectividade e esta requer encaixe e para encaixar, é preciso um lugar consciente de preservação dos valores universais.
Abraços ****
Vivi

MESTRE DE SEU CORPO

Embora “sendo” um corpo vivo, são poucas as pessoas que habitam seu corpo com conhecimento de si, com consciência de sua corporeidade. Reconhecer-se num corpo pede contato, presença em si mesmo. A ansiedade gerada pela idealização de um corpo, traz frustração e distanciamento de si. O corpo humano vivo é a expressão do humano, da pessoa humana, absolutamente singular dentro de um cosmos, de um tempo histórico e de uma existência. O corpo humano é um refinado meio de expressão e comunicação. Cultivar a vontade de descobrir o próprio corpo, descobrindo-se na conectividade com outros corpos e com todo o meio vivo do entorno, é qualificar um estado de presença viva. Conectividade pede adaptação, permeabilidade para poder viver melhor consigo mesmo e com todos os outros corpos vivos, pois a vida é conectiva. No despertar da consciência corporal, refinando um gesto criativo e potente, a pessoa pode ser o próprio mestre de seu corpo. Este é um caminho pessoal, fruto de uma escolha pessoal onde a vida é o valor maior.
Abraços ****
Vivi

ESTAR CONSIGO PARA ESTAR COM OS OUTROS

Estar consigo pode parecer egoísmo, mas a questão é que neste mundo com tantas distrações e atrativos externos, ocorre que muito pouco ficamos conosco mesmo. Quase sempre estamos voltados para fora, ficando fora de Si e acabamos por não reconhecermos este Si, que sou Eu. Muitas vezes temos dificuldade em reconhecer este “quem” sou eu, quem é esta pessoa que sou eu. Perco minha própria identidade de tanto me afastar de mim mesmo. Infelizmente nestes casos, precisamos aprender a estar consigo mesmo. Estar consigo mesmo requer tempo e dedicação, reconhecendo que podemos ser uma excelente companhia para nós mesmos. Para estar com os outros precisamos primeiro gostar de estar consigo mesmo. Ter satisfação e completude com o ser que sou Eu, fazendo desta companhia uma companhia prazerosa. Mesmo quando contatamos com aspectos pouco agregadores de Si próprio, podemos se quisermos mudar este cenário, com boa vontade e determinação. É uma aprendizagem como outra qualquer. O fato é que para estar bem com os outros precisamos primeiro estar bem consigo mesmo e vale muito a experiência vincular e amorosa com a pessoa que somos.
Abraços ****
Vivi

AMOR E ATENÇÃO

Amor é a experiência encarnada de oferecer atenção às pessoas. Amar é disponibilizar cuidado e atenção para com o outro e todos os outros. É dedicação livre de resultados e sucessos, é fazer pelo simples e natural ato de fazer pelo outro e para o outro, sem esperar nenhum engrandecimento para si próprio. Este lugar do amor e do amar, encarnado e vivido nas atitudes e experiências do cotidiano da vida, é fruto de um grande compromisso interno, é exercício da plena atenção. Amor e atenção pede treino, aprendizado constante e para aprender nada melhor do que um grupo. O grupo pode viver, no diálogo compartilhado, na fragilidade e fidelidade permanente, a iluminada dádiva da amorosidade e da clareza atentiva do discernimento. Nos encontros solidários e vinculares é possível alimentar o sagrado da existência humana, onde Amor é Atenção e Amar é Plena Atenção.
Abraços ****
Vivi

CONTINGÊNCIAS E CIRCUNSTÂNCIAS

Ao nascer o filhote de humano deixa o líquido aminiótico uterino para se construir um Ser Humano imerso no líquido aminiótico da cultura, dos usos e costumes, das linguagens, das imagens,do conhecimento, da informação, das coisas e objetos,dos territórios por onde circula. Nos grupos e encontros, são muitas as configurações que afetam este humano, que de alguma forma vai respondendo de acordo com a sua pessoal e singular história e fase maturacional, através das contingências e circunstâncias formando os cenários da vida em sociedade. O que todos desejamos é estar no lugar certo na hora certa mas muitas vezes acontece de estarmos no lugar inadequado que pode proporcionar respostas inadequadas para a convivência e aqui está o desafio. Se humanos que somos , dotados de cognição e emoção não soubermos com grande clareza, o que queremos e como queremos a nossa vida em relação, corremos o risco de sermos capturados por respostas e formas selecionadas ao longo da particular história de cada um, comprometendo as relações e o fluxo da vida. Sem adaptabilidade, flexibilidade, conectividade, a vida não pode fluir livremente e o sofrimento se instala. Reconhecer o sofrimento e conclamar esforço e disciplina para mudar é fundamental para sairemos desta roda sofrimento, causando sofrimento para si e para os que estão à nossa volta. Portanto ATENÇÂO !
Abraços ****
Vivi

PARA PENSAR…

“Uma pessoa com o Dom Inicial da Mente sempre deve tentar incluir o Coração em suas decisões.
Um Ser Humano pode passar toda a sua vida sem nunca encontrar mais do que aquilo que já estava dentro dele com Dom Inicial, mas se ele quiser Crescer, deve tornar-se um Buscador, e Buscar por si mesmo os outros Caminhos.”
Hyemeyohsts Storn
Song of Heyoehkah
Abraços ****

PARA PENSAR…

“O Universo é o espelho das pessoas”, dizem-nos os antigos mestres, “e cada pessoa é um espelho para todas as outras.”
Toda idéia, pessoa ou objeto podem ser, para o Ser Humano, uma Roda de Cura, um Espelho.
Hyemeyohsts Storm,
Song of Heyoehkah
Abraços ****

AGORA É O PRESENTE

Cada época tem seus conceitos, seus jeitos de ler e interpretar o mundo e suas relações.Depois da valorização da razão, do cognitivo, o corpo vivido por si mesmo torna-se elemento central. A estética coloca em primeiro plano as emoções coletivas, as paixões compartilhadas, o festivo,o desejo de estar
junto nas redes, nas mídias, nas ondas dos modismos que penetram em todos espaços pessoais incessantemente. São modas que colocam preço nas coisas que não tem preço. Agora é o Presente, o aqui-agora, na urgência dos imediatismos e das superficialidades descartáveis. Neste presente aparecem os padrões de presença, que as formas somáticas capturadas, revelam nos gestos, nas aparições sociais, nos modos e jeitos de manejar-se nos diversos territórios. Saõ padrões relacionais homogeneizantes, esgotado de qualquer criatividade. São expressões automatizadas pela urgente necessidade de se apresentar no presente para ser aceito nas redes midíaticas. Querendo ser diferente, querendo inovar, acaba-se repentindo as cenas nas dramatizações pessoais.
Abraços ****
Vivi