ESPIRITUALIDADE E ADVERSIDADE

Para a maturidade espiritual é preciso aprender a lidar com a raiva. Lidar com a raiva significa aprender COMO lidar com as adversidades da vida diária. Quando a raiva toma conta do corpo e da mente o mérito se dissipa.A raiva é o verdadeiro maçarico que incinera o mérito. O mérito é como um depósito de poder espiritual da mente, mas diante da raiva, da ira e até dos ressentimentos o mérito desaparece, tal é a intensidade destas emoções.Cultivar um modo de lidar com os eventos do dia-a-dia para que seja possível sustentar e alimentar a maturidade espiritual,pode ser uma belíssima opção.Se esta for a escolha, então procure ver tudo de maneira agradável, pois as situações adversas não são exatamente algo errado, mas valiosas oportunidades de aprendizagem e transformação.Sabemos que é a maneira COMO a mente apreende as situações que as torna agradável ou desagradável.Portanto cultive uma mente gentil, colaboradora e corajosa, permitindo que esta mente fique continuamente contente com a alegria da serenidade.
Abraços ****
Vivi

EQUILÍBRIO E EMOÇÃO

Todas as pessoas buscam a felicidade e sempre querem distância do sofrimento. Para felicidade precisamos de equilíbrio. Porém equilíbrio não é um lugar estático mas absolutamente dinâmico, afinal estamos vivos e em constante mutação. A vida quer passar. Nós humanos também somo canais de passagem por onde a vida se manifesta. Se pudermos viabilizar as passagens poderemos viver com mais plenitude, mas para tanto precisamos de equilíbrio: físico, mental, emocional, relacional, ambiental, espiritual… A questão é COMO manter o equilíbrio, sobretudo frente às emoções que se apresentam muitas vezes em grande velocidade. Por mais que tenhamos equilíbrio em nossa mente,diante da raiva este equilíbrio simplesmente desmorona.Portanto cultivar as boas emoções, preservar a qualidade dos encontros, dos entornos, e de todos os alimentos, para que sejam verdadeiros nutrientes do equlíbrio existencial.
Abraços ****
Vivi

TANTAS AMARGURAS MAS TANTAS SÃO AS CURAS

Histórias vividas são muitas, experiências dignificantes mescladas com marcas desoladoras. Todos nós trazemos na bagagem das nossas vidas memórias que às vezes podem ser deixadas para traz, mas outras vezes ficam incrustadas em nosso comportamento impedindo nossa maturidade. Os bons encontros alavancam o nosso potencial, trazendo vitalidade, dinamismo e vontade de prosseguir na vida com mais conectividade.Todos nós humanos somos intensamente amorosos mas também se descuidarmos, podemos revelar nosso rancor. A compreensão desta dinâmica nos permite escolher onde e como investir: no amor ou no rancor. O rancor pouco nos ajuda mas o amor com compreensão, muito pode fazer para a nossa maturidade e crescimento. Cabe aqui a lembrança: a compaixão pode ser insuportável sem a sabedoria e a sabedoria sem a compaixão é pura escravidão.
Abraços ****
Vivi

FATO OU FACTÓIDE

Muitas vezes nos perdemos em meio às construções mentais e não conseguimos distinguir o que realmente é um fato verdadeiramente acontecido de uma criação ou fantasia construída pela mente. Conforme as conveniências, sem discernimento e atenção focada, facilmente podemos ser capturados por pensamentos sabotadores criados pela imaginação,que articulam cenários envolventes e sedutores onde nos perdemos nas vertigens da ilusão. Porém, muitas são as consequências, para o bem ou para o mal. Os jogos de cena, falsamente construídos podem gerar situações cujos desdobramentos são altamente comprometedores. Nestes territórios acontecem as fofocas pouco salutares mas muito envolventes. Portanto, cuidado com os pensamentosa, as palavras articuladas nos encontros, os gestos, jeitos de expressão,que podem ao invés de trazerem fatos reais, acabam construindo factóides imaginários causadores de inúmeros sofrimentos. Melhor ser honesto do que fofoqueiro!!! Coragem.
Abraços ****
Vivi

SOMOS RELAÇÕES

Nós somos relações. Vivemos e convivemos nos encontros, intercambiando informações,impressões,afetos. Somos interdependentes. Estabelecemos relações com o meio ambiente natural, com os meios culturais, com os organismos, sempre em constante troca de informações,algumas conscientes outras inconscientes. Somos diversos e ao mesmo tempo singulares.Em meio a todo este cenário de intensa diversidade de expressão, é de fundamental relevância o cultivo do discernimento, do bom senso, para que possamos nos conectar, vincular e co-existir, onde a não-violência possa ser mais que um compromisso, mas um valor. Alimetar nosso altruísmo, minimizando nosso egoísmo é seguir pela maturidade.Portanto o cultivo da sabedoria deve seguir lado a lado com o cultivo da compaixão.
Abraços ****
Vivi

CORPO, AÇÃO E SENTIMENTO

O que está em jogo neste momento histórico-social é a transformação no sentido de perceber a vida de outra forma e não apenas pela via da aceleração. Há para tanto uma necessidade de investimento no sentido das vivências cotidianas, podendo narra-las para si mesmo e para os outros, produzindo significações e resignificações sobre o que vivemos de fato. O que e como realmente estamos vivendo na dimensão corporal, nas ações que realizamos e quais sentimentos estão aflorando? Como todo este processo sócio-histórico está afetando as expressões corporais,o modo de agir e sentir? Quem sabe possamos fazer uso da linguagem e do pensamento reflexivo, para produzir sentido na vida que está sendo vivida.Uma coisa é certa: nossos corpos, nossas ações e nossos sentimentos estão sendo afetados por todo este contexto social contemporaneo. Então, COMO estamos nos agenciando em nossos meios, relações e territórios? COMO estão sendo feitas as nossas escolhas? Uma pausa para refletir é sempre bem-vinda.
Abraços ****
Vivi

GENTILEZA AMOROSA

Gentileza Amorosa é ver as qualidades louváveis em todas as pessoas. Reconhecer que apesar das dificuldades que as pessoas possam apresentar, todos nós humanos, temos um imenso potencial humanitário.O importante é sempre se manter presente, nutrindo um Bom Coração. Se esta disponibilidade existir é possível caminharmos juntos, com as nossas diferenças e particularidades. Todas as tradições religiosas mencionam a importância do cultivo de um Bom Coração. Gentileza Amorosa é estar aberto ao cultivo das potencialidades de si mesmo, favorecendo as mesmas possibilidades a todas as outras pessoas, mais próximas ou mais distantes, afinal vivemos e convivemos na mesma casa, o planeta Terra. Portanto, se alguém apresentar a você uma atitude rancorosa, responda apenas com :” Você me ofereceu de presente seu ódio, mas eu escolhi não aceitar”, e isto é perfeitamente possível, pois a escolha é pessoal. Experimente. Alimentar o coração gentilmente e amorosamente é viver em liberdade.
Abraços ****
Vivi

TEMPO E EXPERIÊNCIA

Experiências são ações realizadas pelo vivo, na vida vivida do humano. São momentos às vezes mais intensos e significativos, reveladores e às vezes mais superficiais mas sempre reportam a uma aprendizagem. Há registros somáticos. Todas as experiências corporais, emocionais, relacionais, espirituais, estão registradas na memória e na história vivida ao longo de nossas vidas e portanto estão diretamente ligadas ao tempo, o tempo da experiência. A aceleração da modernidade impede a reflexão, a pausa para que as experiências sejam captadas, percebidas e interconectadas com outras experiências, resultando em uma nova camada,uma outra dobra de conhecimento.Quanto mais agitação e demandas maior é o esgotamento da experiência e chegamos neste momento: um tempo sem experiência de si.Esta ausência de si,ausência das experiências aprendidas nos encontros, geram estados de esvaziamento que acabam sendo preenchidos com formas automatizadas, repetidas, condicionadas que são colocadas pela cultura, hoje completamente ditada pelo mercado consumidor, a serviço do capitalismo.
Abraços ****
Vivi

UM ROSTO QUE SORRI …

O sorriso pode ser a menor distância entre dois cérebros. O cérebro humano prefere faces sorridentes. O sorriso aproxima, conecta, acolhe, reconhece. Sorrir faz bem ao corpo e à alma. O sorriso sincero, cálido, acolhedor,amistoso,cordial,amoroso, generoso, expressa o melhor e o maior do humano, contagiando todas as células do corpo de quem sorri e do corpo de quem recebe o sorriso. O bebê recém-nascido sorri. O sorriso é uma expressão que os humanos trazem da evolução, sendo um dispositivo importantíssimo para a garantia da espécie. Quem sabe, se pudêssemos sorrir mais, poderíamos estar em contato com sentimentos mais engrandecedores, possibilindo uma co-existência mais saudável e feliz.
Abraços ****
Vivi

CORRER PARA QUE ?

” Quem voa sobre as pernas, correndo apressado pela vida, não consegue perceber se a terra das crenças sobre a qual se apóia está suficientemente firme, nem ver os pequenos tesouros escondidos nas coisas simples.” Então, correr para que? Será que é para chegar mais perto da morte? Existem perguntas necessárias, assim como pausas e reflexões imprescindíveis.
Abraços ****
Vivi