EXISTIR COEXISTINDO

A vida se faz na coexistência da vida. Existimos e coexistimos imersos no imenso organismo vivo cujo nome é: Planeta Terra.Neste lugar acontece a concretude da existência do Ser humano, conjuntamente com todos os outros Seres Humanos vivos e com toda a diversidade da vida. O humano se constrói com o humano,afetando e sendo afetado, somáticamente e emocionalmente.Coexistimos com o “outro” humano, ele é a nossa referência.A sabedoria e o bom senso, podem viabilizar a construção de ambientes, para que o “outro” possa ser uma presença viva com a qual construímos nossos territórios de existência.O “outro” é uma presença que se integra à nossa textura sensível, tornando-se parte de nós mesmos.Aqui se dissolvem as figuras de sujeito e objeto e com elas o que separa os corpos, as corporeidades, as formas somáticas existentes neste mundo no qual somos todos habitantes. Afinal somos o “outro” do “outro”.
Abraços ****
Vivi

SE VER VIVENDO …

A experiência de ” se ver vivendo”, advém de uma dimensão de contato e cultivo no reconhecimento de Si. Aproximar-se de Si mesmo, da intimidade do Ser, é uma experiência reveladora e que só acontece quando se viabiliza esta aproximação, ou seja, depende de um querer ser. O território das aparências promove distâncias e ilusões, cenários que não dizem da realidade de si. Plasmar nas imagens e narrativas o si próprio, confiar na própria experiência de Si, se organizando e concedendo realidade à própria experiência de Si, é reconhecer-se no processo contínuo do viver, fazendo corpo, formas somáticas, maturando o ser vivo que existe nesta existência. Viver no presente de si mesmo é sustentar na presença o Ser em Si.Atenção cultivada na determinação confiante de auto-reconhecimento, são elementos fundamentais neste processo, que certamente é gerador de alegria e satisfação pelo contato com a potência que todo o humano vivo traz no seu viver.
Abraços ****
Vivi

VIDA – PRECIOSO RAIO DE LUZ

A vida é como um clarão de luz no escuro da noite. Diante da magnitude do Universo,nos seus 14 bilhões de anos, a vida humana é apenas um tempo brevíssimo, porém portadora de imenso potencial.Se esta vida humana, biológicamente acontece por um período tão ínfimo no tempo, talvez fosse mais inteligente da parte dos humanos, portadores de inteligência,viver a sua vida da forma mais plena possível, cordial e amorosamente.Na lógica das idéias, até parece bastante simplista, contudo não é o que acontece na realidade.Neste breve espaço de tempo há quem viva a sua vida na sua pior forma, causando dores e sofrimentos para si e para o seu entorno. A vida humana portadora de potencial altamente refinado, poderia ser vivida de tal forma que pudesse disponibilizar todo o seu potencial, a favor da própria vida, enriquecendo-a permanentemente, de geração para geração, a final, a sabedoria está para todos, basta acessa-la.Sugestão: faça da sua vida, neste pequenino espaço de tempo o melhor dos melhores tempos.
Abraços ****
Vivi

ATITUDE MENTAL

Os pensamentos querem ser pensados. Constantemente e quase que incessantemente estamos pensando alguma coisa. Muitas vezes nem se quer sabemos que estamos pensando, o que pensamos e com que qualidade pensamos o que pensamos.Tudo passa na mente, desde os pensamentos mais meritosos até os pensamentos mais demeritosos.Os pensamentos deixam rastros. Os pensamentos engrandecedores trazem emoções elevadas que alimentam a auto-estima, porém os pensamentos rancorosos provocam emoções geradoras de ações que podem ser acompanhadas de violência, assim como os pensamentos pessimistas geram emoções vinculadas à baixa auto-estima.Será que temos controle sobre os nossos pensamentos? Podemos escolher o que pensar e como pensar? Afinal, temos controle sobre a mente que pensa? O treino da atenção focada é um dos caminhos que viabilizam uma aproximação com os pensamentos, o contato e a possibilidade de escolha, de interferir no fluxo e na qualidade dos pensamentos. Aqui entra a Atitude Mental, decisiva no desencadear dos pensamentos e nas consequências geradas por eles. Qualificar a presença na trilha do autoconhecimento, também requer boa vontade e disciplina,é uma escolha pessoal.Fica a pergunta: qual a atitude mental com que eu penso o que penso?
Abraços ****
Vivi

RECONHECIMENTO DE SI

O reconhecimento de SI requer um espaço de disponibilidade interno.Requer um acreditar na capacidade de transformação significativa, a partir de um outro patamar perceptivo, que pode trazer um novo conhecimento de si. Este é um conhecimento que acontece quando há entrega em confiança para o reconhecimento do si próprio.O reconhecer-se é sair da incerteza dos padrões condicionados e automatizados do ceticismo, depositando confiança em si mesmo. É confiar no pulso vital.Livrar-se das incertezas, das dúvidas geradoras de insegurança e mergulhar na prática pessoal do reconhecimento de si. Cultivar a auto-estima com amorosidade e generosidade abrindo espaços vigorosos e criativos para a descoberta de si mesmo.
Abraços ****
Vivi

APUROS NA VIDA

Não é exatamente o que não sabemos que nos coloca em apuros na vida, mas sim aquilo que muitas vezes temos total certeza, mas que simplesmente não é assim, não condiz com a realidade. Fechar-se em certezas e formas engessadas no viver e relacionar-se, além de demonstrar ignorância é também um jeito infantilizado de ser. A rigidez impede a possibilidade do novo e da conectividade. Bloqueia a potência, empobrece a vida. Abrir-se para o aprender, enobrece e dignifica a existência. Ser humilde é sabedoria. A arrogância é o lugar dos fracos. A aprendizagem faz parte da vida, é no espírito da curiosidade, do descobrir que alavancamos o melhor e o maior do humano que existe em cada um de nós.
Abraços ****
Vivi

FELICIDADE OU SOFRIMENTO – UMA ESCOLHA

A natureza do humano vivo está sempre na busca da felicidade, na busca dos espaços agradáveis e que oferecem satisfação. Evitar o sofrimento é quase uma necessidade para a manutenção, proteção e garantia do vivo. Porém neste processo que muitas vezes se configura tal como uma gangorra, passamos a vida sem saber que direção seguir. Querendo a felicidade, nos perdemos nos prazeres e com medo de perder o que nos oferece satisfação, acabamos no medo e aqui sofremos sem saber o que está acontecendo.Sempre que perdemos a direção sofremos na desorientação.A escolha parece tão simples mas as ilusões nos confundem. A falta de manejo com a imprevisibilidade cria idealizações, que não condizem com a realidade, gerando mais sofrimento. Então COMO sair deste círculo vicioso que nos captura? Onde encontrar os caminhos que nos conduzem à felicidade? Certamente não encontraremos para consumo imediato, mas se houver disponibilidade de um olhar mais refinado, teremos a perfeita condição de conectarmos com a felicidade genuína existente no coração amoroso do humano.
Abraços ****
Vivi

SOFRER É PRECISO ?

Viver é preciso! Porém viver com plenitude, alegria, entusiasmo, vontade de ser pleno neste mundo agora. E o sofrimento, o que fazer com ele? O que fazer com as forças arrebatadoras que maculam o nosso ser e nos fazem externar o nosso pior e não o nosso melhor? O sofrimento existe,é uma realidade da existência, o grande desafio é reconhece-lo e querer mudar. A própria mudança gera sofrimento. Sempre que nos apegamos a formas, a modelos, a padrões construídos mas desagregadores, o medo, a insegurança de sair das zonas de conforto, nos fazem permanecer na “mesma mesmice”. O pior o mais terrível e patológico nestes territórios é que acabamos sendo fonte de mais sofrimento para nós e para todos à nossa volta. O primeiro passo é boa vontade, para reconhecer o sofrimento e suas causas e o segundo, altamente desafiador, é a mudança. Esta exige determinação, compromisso,responsabilidade, persistência para manter viva a escolha feita, permitindo ao tempo a sua realização. Mudar requer tempo e tempo é escolha permanente. Viver é preciso mas sofrer não é preciso.
Abraços ****
Vivi

SUSTENTAR-SE NA INCERTEZA – UM DESAFIO

A Educação e a Cultura ocidental, ao longo da sua história tem apresentado caminhos dentro do âmbito da linearidade, do previsível,do que pode ser controlado e mensurado. Realmente este é um aspecto do contexto do conhecimento e da racionalidade.O grande desafio é saber como lidar com as incertezas dentro do condicionamento cultural, em que estamos acostumados com resultados, que devem ser garantidos,controlados e previstos? A incerteza faz parte do Universo, da vida. Existem certezas, mas as incertezas também existem e precisam ser consideradas, pois a todo momento em nossa existência nos defrontamos com elas. Se não soubermos considerar o aspecto do imprevisto, caímos facilmente em frustrações que podem ser dolorosas e desagragadoras. Onde tudo é movimento, dentro de ciclos de geração e transformação, a impermanência é uma realidade importantíssima.Saber sustentar-se nas incertezas da vida é um grande desafio, que requer maturidade e sabedoria. Depende da disponibilidade interna para reconhecer e aprender a se manejar dentro destas “águas”, que se apresentam às vezes de um jeito e às vezes de outro.
Abraços ****
Vivi

REPRODUZIR OU CRIAR – UMA ESCOLHA

O Ser Humano vivo é portador de grande potencial criativo.Seu sistema cognitvo e neuro motor é capaz de inovar, adaptar, construir, reconstruir,estabelecer conexões,preservar formas funcionais e encontrar novas formas mais funcionais.Porém na desatenção é capturado por modelos embalados, que impõe receitas prontas para o atendimento exclusivo dos interesses dos pequenos grupos capitalistas. As mídias, as imagens das propagandas, são estratégias muito bem elaboradas que corrompem e exploram esgotando as possibilidades de manifestação do pleno potencial do humano.Todo este processo causa interferências diretas no organismo deste humano vivo que é altamente afetado, onde as patologias das diversas ordens acomentem este Ser Humano.Refletir, questionar, problematizar, pensar com clareza e discernimento são meios através dos quais a consciência pode agir para transformar e acionar o poder do potencial.Sem reflexão, sem percepção somos meros reprodutores.Através da atenção, do equilíbrio na sustenção de um eixo interno nas presenças frente aos acontecimentos poderemos ser mais criativos e potentes, é uma escolha.
Abraços ****
Vivi