PAUSA

O final de semana está aí e com ele vem a expectativa da pausa. Ma será que ela realmente acontece? Será que ela só acontece no final de semana? O que entendemos por PAUSA ? O que ela significa ? Reconhecer a necessidade de PAUSAR tem se mostrado cada dia mais importante para conseguirmos manter um equílibrio saudável. A idéia de trabalhar, trabalhar e lá um dia parar é algo insustentável pois vai na contra-mão de todo o processo biológico.A aceleração da modernidade tem imposto um rítmo insustentável para organismo vivo, fisiológico, emocional, relacional, social. Onde tudo é urgente nada será urgente. Onde tudo é prioritário nada pode ser prioritário.Talvez pudêssemos aproveitar o final de semana para refletir e praticar a pausa. Todas as tradições mencionam a pausa como momentos “sagrados” da existência. A medicina integral sugere que as pausas são regeneradoras e revigorantes.Contudo, algo aparentemente tão simples, por que ainda temos tanta dificuldade em reconhecer e praticar? Estaremos fugindo do que? de quem? Será que fugimos de nós mesmos? Distanciando do SI próprio? Tente PAUSAR e experimente a satisfação de SER SI mesmo. A PAUSA é essencialmente uma prática que vale vivenciar.
Boa PAUSA!
Abraços ****

TEXTO DE ALEXANDRA PIZZO

Está chegando o segundo encontro com Regina Favre em Araçatuba. Para quem não pôde estar no primeiro, não perca essa oportunidade.

Ela mostra como transformar a sua vida e sua forma de ser diante de outras pessoas com técnicas simples do corpo. A sua forma fisica e estrutura corporal diz mais sobre voce do que voce imagina. E as pessoas lêem isso no seu corpo e acabam respondendo a isso numa primeira impressão. E como todos nós sabemos “a primeira impressão é a que fica”.

Você tem consciência de qual é a sua primeira impressão? Está satisfeita com ela? Ou gera antipatia e exclusão antes mesmo de dizer qualquer coisa, sem nem ter motivos? Porque algumas pessoas são tão radiantes que todos querem ouvi-la e estar ao seu lado?

Essas respostas você encontra no corpo. O corpo é a primeira linguagem que temos. Linguagem arqueólogica, dos tempos em que o homem ainda não falava, mas precisava se comunicar. Memória dos nosso lado mais primitivo que muitas vezes domina a cena em hora errada, mostrando o que não gostariamos.

“Uma anatomia conectiva que nos faz canal” fala dessa relação que temos com o corpo que se conecta aos ambientes antes de dizer qualquer coisa. Como você pode ter relacionamentos mais satisfatórios, com veracidade no que você diz, sem ser mal interpretado pelas aparências.
Leia mais sobre Regina Favre no blog http://laboratoriodoprocessoformativo.com/

Namaste!
Alexandra Pizzo
http://www.belezazenonline.blogspot.com/

WORKSHOP BIODIVERSIDADE SUBJETIVA
REGINA FAVRE

Uma Anatomia Conectiva
que nos faz Canais.

15 e 16 de maio

Inscrição até o dia 07 de maio.

Valor: 500,00

(18) 3622-7053

Do controle à criatividade

Como fazer esta pssagem, do controlador em mim para o criativo em mim? Como? São passagens de relações humanas pessoais e interpessoais estabelecidas dentro de espaços controladores que acabam decompondo o vínculo social, para abrir espaços de passagens que efetuam ligações colocando em contato diferentes níveis de realidade.
Estas passagens são desafiadoras, são processuais e dependem de disponibilidades pessoais mais conectivas com os ambientes, acontecimentos, afetos, encontros, espaços. São elementos existentes no corpo vivo, e portanto com todos as possibilidades somáticas de transformação, considerando um corpo vivo. Acredito que o contato pelo reconhecimento e captação da expressão corporal permite ampliar as possibilidades de mudanças.O potencial para mudar está à nossa disposição porém é preciso querer acessa-lo.A Felicidade genuína está disponível sempre apenas precisamos querer SER FELIZ.
Abraços ****
Vivi

BIOTERAPIA

Bioterapia uma prática corporal que inclui conhecer, reconhecer, captar e poder produzir mais corpo com mais potência, mais funcionalidade, mais agregação. Pensar e manejar um corpo integral, afinal o corpo humano não é apenas um “monte de ossos e músculos” mas uma organização sistêmica, funcional, orgânica, viva, com inúmeras possibilidades de movimentos articulados, que se emociona, traz memórias, que é sensível, que tem desafios e facilitações que se alegra e se entristece, que se relaciona, constrói ambientes, modifica ambientes, se encontra e faz encontros, que tem muitos COMOs, que pode experimentar diretamente o que é SER um Ser Humano. O corpo humano que é sagrado, não apenas porque possui um osso SACRO mas porque pode viver o mais refinado e mais sutil, o mais pleno de SI, o SI MESMO, único e absolutamente singular. Bioterapia, uma apredizagem corpada, corpante, que co-corpa, um conhecimento vivo, encarnado, que constrói presença.
Abraços ****

Forma e emoção

A forma expressa emoção e a emoção se expressa na forma! Hoje na aula da manhã pudemos vivenciar esta relação, a partir do gesto. Alongando, organizando presença,captando e diferenciando no movimento relações de leveza e precisão,torção,equilíbrio. O ambiente externo está diretamente conectado ao ambiente emocional interno, que é pessoal e singular, na construção e expressão da forma somática. Música, rítmo, cores, movimento, formas,imagens,espaço, são elementos que se entrelaçam gerando novas possibilidades de SI. Eu em mim! Fazendo mais potência, revelada quando se diz em tom vibrante , alegre, feliz, realizado, pleno de SI Até amanhã!!!!
Abraços ****

SER AUTOR DE SUA VIDA

SER AUTOR DE SUA VIDA COMO? parece simples e até óbvio mas será mesmo que somos autores de nossas vidas, nas escolhas que fazemos? quem faz a escolha, EU ou o mundo, os acontecimentos….. Ser autor de SI requer presença, capacidade de auto construção de SI mesmo acionando potência, captando-se na forma, auto manejando-se. São os COMOs em cada momento, fruto de linguagens, modos de ser, ambientes, histórias. Poder assinar a autoria de sua vida é uma prática que produz um saber, um saber de SI na construção de SI, um lugar de um processo.
Foi com estas reflexões trocadas em “miúdo” que seguimos a nossa prática corporal de hoje quando uma pessoa me disse: ..estou perdendo a barriga, meu estômago está diminuindo, mudando de forma …. então eu disse, você está me dizendo que está aprendendo a se auto manejar, manejar sua musculatura, seu tonus, em encaixes e agregações mais adequadas e isto é SER AUTOR DE SI MESMO, fazendo corpo e corpando com os ambientes.Contudo é um processo, uma aprendizagem, uma prática de SI na experiência direta de SI. Isto é maturar um corpo sadio, um Ser integral e pleno de SI.
Abraços ****

Fazendo corpo

É isto mesmo, fazendo corpo. O vivo se auto faz, se constroi permanentemente, enquanto vivo. Este lugar evidencia que podemos SIM mudar. Enquanto estivermos vivos, biológicamente estamos em constante mudança. Dentro desta “onda” viva se quisermos temos todos os dispositivos para atuar na forma somática, na forma psicológica, na expressão gestual e comportamental, na expressão dos pensamentos, bio-cognitiva-comportamental-relacional e ambiental. Esta possibilidade viva é a própria manifestação do potencial transformador. Porém é fundamental que a pessoa queira acessar estes dispositivos e praticar. Talvez o grande desafio seja sensibilizar e construir ambientes que oportunizem a mudança. A mudança é um lugar do vivo. Aquela idéia que ” pau que nasce torto morre torto” foi um equívoco, fruto de um pensamento linear mas que não corresponde à realidade do vivo. O vivo é AUTO, se constrói, se faz. Fazemos corpo constantemente é um processo vivo. O vivo contém em si o potencial de liberdade, mas é também como liberdade, uma escolha que requer determinação e presença.
Abraços ****

CAMINHANDO NA PAUSA

Quinta-feira é dia de meditar caminhando. Esta é sem dúvida uma experiência riquíssima, alimento para o corpo e para a “alma”. Andar pausadamente, recebendo o frescor da manhã, a brisa suave, as cores e a delicadeza das orquídeas,o silêncio renovador, o rítmo compassado na calidez de cada passo, o calor suave do sol que vai abrindo a manhã, o calor acolhedor de cada um e de todos que caminhando …. fazem destes trinta minutos um tempo sagrado. Esta é a prática da Meditação Andando que fazemos todas as quintas-feiras. Um tempo de harmonia silenciosa, vigorosa, regeneradora. Nestes tempos onde tudo se acelera, e quase somos capturados pela velocidade das urgências, poder se presenciar na Unidade íntegra do humano,vivendo a vida viva, fluindo, pulsando, na intensidade do maior e do menor que ela contém é experimentar diretamente o maior e o melhor em nós.
Um convite : comece suas quintas-feiras no seu melhor também!!!! Venha saborear !!!!!
Abraços ****

PENSAMENTO , PALAVRA e AÇÃO

Pensar, falar e agir coerentemente é fruto de uma determinação pessoal, de um manejo de SI que advém de um processo maturacional. Será que conseguimos verdadeiramente esta afinação. Gandhi foi um mestre nesta arte da coerência em sintonia consigo mesmo e os valores sobre os quais alicerçava sua vida. Fala-se tanto em justiça, mas o que é ser justo? Aristóteles, nosso grande mestre nos dizia que a justiça, das quatro grandes virtudes contém as três anteriores para se fazer “justiça”. As três virtudes que fundamentam a justiça é a coragem, a prudência e a temperança. Sem estas virtudes não teremos justiça. Para sermos coerentes em palavras, pensamentos e ações precisamos desta “justiça” em Si, fruto de uma prática permanente. Prezo profundamente pela vida em mim e, portanto, para ser verdadeiramente canal por onde a vida passa em mim preciso insistentemente ser justa comigo e com o mundo, pois são os justo que fazem a justiça.
Abraços ****

Viver é afinar um instrumento……

” Viver é afinar um instrumento de dentro para fora e de fora para dentro “
Estamos dentro de acontecimentos, pulsando e navegando neste oceano vivo, que se processa constantemente, construindo corpos, formas…. do SI, deste SI MESMO que somos. Mas quem somos? COMO processamos o dentro e fora do ser SI MESMO ? Realmente é uma música a ser tocada, uma obra viva de arte que se molda, modela, processa, sendo afetado, afetando, afeiçoando …. uma música em constante afinação, refinamento que convida para uma qualidade de PRESENÇA em cada presente.

Este final de semana em SP foi requíssimo em todos os sentidos e direções, no micro- micro e no macro do coletivo, buscando caminhos mais funcionais de se organizar uma presença mais funcional e agregadora do vivo. Biológimente nos construimos dentro dos processos construtores inerentes da vida evolutiva mas ainda temos muito por reconhecer e saber manejar nossas rotas relacionais dentro dos acontecimentos. Viver o nossa potência é viver a nossa liberdade, a liberdade de SER-SI-Mesmo COM , CO-EXISTINDO.
Abraços ****