ONDE ESTÃO OS VÍRUS ?

Existe um fato e uma realidade: o Covid 19 está aí, perpassando por todos os territórios da nossa Casa Comum, mas existe um outro vírus … o vírus dos pensamentos tóxicos que coloca a nossa “vida” pessoal e afetiva em risco permanente. É um tipo de vírus que se aloja nos pensamentos e que também interfere no equilíbrio do sistema imunológico, na saúde do corpo e das emoções. Pensamentos e emoções “virulentas” afetam as relações pessoais e interpessoais, intoxificam a vida e o viver. Estar atento a este vírus, é cuidar da saúde física e mental, relacional e espiritual.

Abraços   ****

Vivi

JUNTOS E APARTADOS

A experiência de estarmos juntos e ao mesmo tempo apartados, tem trazido à todas as pessoas sentimentos reveladores. Para alguns tem sido altamente estressante, para outros, oportunidade. Para alguns revelação e descobertas, para outros abandono, ansiedade, medo e solidão. Sentimentos e afetos que se alteram fazem oscilar os humores e o comportamento. Algumas pessoas com o passar do tempo, pela falta de contato e distanciamento sentem-se esgotadas com a sensação de um desconforto que parece ser insuportável. Aqueles cuja experiência interior de paciência e tolerância, com cultivo natural de uma vida mais interiorizada, conseguem ver uma oportunidade para reconhecer novos caminhos, novas habilidades e talentos que se revelam. Estar junto e ao mesmo tempo separados requer maturidade. Estar junto, mas sem o contato afetuoso de um abraço, torna a distância física uma distância psíquica quase insustentável. Tempos desafiadores pedem experiências desafiadoras também. Esta reflexão só está começando!

Abraços  ****

Vivi

 

 

 

 

LIBERDADE!

A palavra LIBERDADE tem sido proferida por todos os lados, nas mídias comunicacionais, nas interlocuções com as pessoas, nas relações de convivência. Por tudo que se ouve e que se lê, é fundamental distinguir liberdade de expressão com liberdade de opressão. Certo é que, cada pessoa, cada cidadão tem sua liberdade de expressão garantida tanto dentro de um Estado democrático como pelo conjunto de regramentos culturais, mas, ninguém tem a liberdade de opressão. Expressar pensamentos, críticas e reflexões, no âmbito democrático é permitido, mas, oprimir, controlar, gerar animosidades, desgovernar o equilíbrio relacional com mentiras falaciosas que causam rancores e subjugação, não poderá jamais ser entendido como liberdade. Os espaços relacionais de convivência para se manterem em equilíbrio precisam preservar o respeito pelo outro, mesmo que este outro seja diverso culturalmente. Responsabilidade e respeito são fundamentais para garantir relações de convivência saudáveis. Liberdade de expressão não pode ser confundido com liberdade de opressão.

Abraços  ****

Vivi

 

CHEGOU O MOMENTO ….

Chegou o momento de sair do esconderijo! Sair de esconderijo que, por inúmeras razões, criamos para nos esconder de nós mesmos. Se queremos viver e viver com dignidade, o momento está dado: deixar de se esconder de si mesmo! É o momento de sair da caverna interior e deixar de brincar de faz-de-conta, ou esconde-esconde de nós mesmos. Encarar a realidade interior, encarar com dignidade e coragem quem realmente somos, é uma questão de sobrevivência, é a saída para prosseguirmos em nossa existência diante dos desafios e incertezas de um estado de “pandemia”. Abraçar esta oportunidade, é abraçar a si mesmo, com muito carinho, muito acolhimento, humildade, perdão e alegria.

Abraços  ****

Vivi

 

DESAFIO COMO OPORTUNIDADE

Há quem diga que os momentos mais desafiantes do viver são as mais ricas oportunidades para aprender, crescer, transformar e dar novos significados para a nossa existência. Fazer perguntas já é um começo: o que realmente tem sentido em minha vida? O que realmente eu preciso para viver? Quais são minhas reais necessidades? Como se apresentam os caprichos dos meus prazeres? Como tenho cuidado da minha vida, do meu corpo, dos meus pensamentos, dos meus sentimentos e afetos? É o momento para silenciar, pausar e se conectar com o potencial criativo que já existe em cada um de nós. Todo potencial de vitalidade sempre esteve e está em cada ser humano, mas, as “urgências dos automatismos” impediam o acesso.

Abraços   ****

Vivi

LIBERDADE

“Liberdade é a condição do amor.” Frei Beto Se queremos liberdade, se queremos ser livres para pensar, para viver e se relacionar com tudo que vive, precisamos do amor. Precisamos do cultivo permanente da qualidade amorosa e compreensiva que nasce de um coração sincero, de uma mente clara e de um corpo saudável. Liberdade sem amor não é liberdade, é egoísmo e subjugação.

Abraços   ****

Vivi

 

 

 

 

COOPERAÇÃO SEMPRE, COMPETIÇÃO PREDATÓRIA NUNCA

A humanidade chegou até aqui porque soube cooperar. Quando pequenos grupos optaram pelo lucro em detrimento da vida, submetendo toda a humanidade ao consumo desenfreado, gerou a competição predatória, estimulou o egoísmo e a ganância penetrou nos espaços relacionais. Cooperação se faz com solidariedade e cuidado, competição predatória se faz com a morte de muitos para manter a vaidade de bem poucos. Resistir é a palavra chave. Resistir com dignidade e coragem, na direção do bem comum e não do bem para poucos.

Abraços   ****

Vivi

 

SOMOS UM SÓ ORGANISMO

Se somos um só organismo, quando as conexões se perdem este organismo adoece. Um organismo vivo e saudável depende da cooperação entre todos os seus elementos. Vamos pensar no organismo vivo de nossos corpos: quando um órgão ou sistema deixa de cumprir suas funções adequadamente no organismo como um todo, este corpo orgânico adoece. Assim também é o grande organismo vivo da nossa humanidade. Quando a natureza começa a ser espoliada na desmedida do egoísmo do lucro a qualquer custo, todo o organismo vivo adoece: adoece a natureza, as pessoas, as linguagens, os relacionamentos, os modos de ser e estar neste planeta. Pense nisto, e se pergunte: estou sendo responsável para contribuir com a saúde deste organismo que me oferece a vida e o corpo vivo que sou eu?

Abraços   ****

Vivi

 

O OUTRO É MINHA RESPONSABILIDADE

A ideia do “cada um por si” não pode continuar. Esta é uma forma egoísta que conduz o humano para o seu próprio abismo. Cuidar de si é cuidar do outro também. Quando uma pessoa abdica de seu egoísmo e assume a sua responsabilidade pessoal, ela está também cuidando do outro e da natureza. São dois vetores de ação que acontecem em reciprocidade e simultaneidade. Assumir a responsabilidade pessoal para uma vida solidária e fraterna é ao mesmo tempo, assumir uma postura responsável perante à comunidade.

Abraços   ****

Vivi

SOMOS TODOS RESPONSÁVEIS

Vivemos e convivemos juntos. Dependemos uns dos outros e somente juntos, podemos nos curar da ignorância do egoísmo. A solidariedade ativa, a solidariedade social na ação para o bem comum e o bem viver, existe quando nos unimos na igualdade do compromisso responsável pela nossa vida e a vida de cada um. A questão que está em pauta é a vida, é preservar a vida. Ninguém vive sozinho, nem a vida se faz sozinha. A ganância do egoísmo, é o grande mal da humanidade e é um mal que está instalado em nossa mente e em nossos corpos. Este é o vírus que está matando a vida. Para curar a vida, precisamos nos unir em solidariedade amorosa.

Abraços   ****

Vivi